× Modal
< Voltar


ANABB

Não sócios da ANABB também podem revisar aposentadoria

Associação fará os cálculos de sócios e não sócios e informará sobre a viabilidade de ajuizamento de ação


Em 14.02.2020 às 12:30 Compartilhe:

Atualizada em 18/03/2020, às 11h08min

A ANABB está fazendo os cálculos da aposentadoria para sócios e não sócios, de forma a verificar se o valor do benefício pode ser revisto por meio de ajuizamento da ação Revisão da Vida Toda/INSS. A iniciativa busca atender toda a comunidade Banco do Brasil, beneficiando milhares de aposentados (entre funcionários do BB e familiares).

Por isso, informe seus familiares e colegas do Banco que são aposentados, mesmo que ainda não façam parte da ANABB, sobre a chance de melhoria do benefício que é tão importante para todos.

Quem recebeu o primeiro benefício do INSS nos últimos 10 anos e iniciou as contribuições da previdência oficial antes de julho/1994 pode encaminhar a documentação necessária para a ANABB e, com base nos cálculos, responderemos sobre a viabilidade de ajuizamento da ação para cada caso.


FAÇA SEUS CÁLCULOS COM A ANABB

Contribuiu para o INSS antes de julho de 1994 e se aposentou há menos de 10 anos? Você pode ser beneficiado pela ação Revisão da Vida Toda/INSS. Encaminhe um e-mail com a documentação necessária, seguindo os passos abaixo:


PASSO A PASSO DE COMO SOLICITAR SEUS CÁLCULOS

  1. Acesse o site meu.inss.gov.br para obter os seguintes documentos: Extrato de Contribuições (CNIS - Cadastro Nacional de Informações Sociais) e a Carta de Concessão de Benefício – disponíveis no menu ao lado esquerdo da área logada.
  2. O CNIS e a Carta de Concessão devem ser salvos em PDF em seu computador – clique na opção “imprimir” no canto inferior direito do documento para gerar o PDF e depois em fazer download/salvar.
  3. Filiados ao INSS anteriormente a 1982 devem encaminhar ainda outros comprovantes salariais, pois o CNIS apenas informa as remunerações a partir daquele ano. Para inclusão das remunerações anteriores a 1982 no cálculo, podem ser encaminhados documentos tais como: registros na carteira de trabalho (foto, qualificação civil, contrato de trabalho, alterações salariais), contracheques, extrato do FGTS, declaração do Banco do Brasil, sentença judicial com certidão de trânsito em julgado. 
  4. O CNIS e a Carta de Concessão em PDF, bem como os comprovantes salariais digitalizados (período anterior a 1982), devem ser encaminhados para o e-mail: ajuizamento@anabb.org.br.
  5. A ANABB fará seus cálculos para saber o que é mais vantajoso.
  6. O resultado do cálculo será informado ao associado com as instruções para o ajuizamento da ação, se for o caso.


A ANABB te ajuda a revisar a aposentadoria do INSS

Fonte: Agência ANABB