× Modal
< Voltar


ANABB

Não sócios da ANABB também podem revisar aposentadoria

ANABB fará os cálculos de sócios e não sócios e informará sobre a viabilidade de ajuizamento da ação


Em 14.02.2020 às 12:30 Compartilhe:

A nova ação da ANABB de Revisão da Vida Toda/INSS está a todo vapor, abrindo as portas para que milhares de aposentados possam ter um incremento no seu benefício. Nesse momento, até quem ainda não é associado da ANABB pode saber se o valor da aposentadoria pode ser revisto. Essa é uma iniciativa da ANABB para que toda a comunidade Banco do Brasil seja beneficiada.

Por isso, informe seus familiares e colegas do Banco que são aposentados, mesmo que ainda não façam parte da ANABB, sobre a chance de melhoria do benefício que é tão importante para todos.

Quem recebeu o primeiro benefício do INSS nos últimos 10 anos e iniciou as contribuições da previdência oficial antes de julho/1994, pode encaminhar  a documentação necessária para a ANABB e, com base nos cálculos, responderemos sobre a viabilidade de ajuizamento da ação para o seu caso.


FAÇA SEUS CÁLCULOS COM A ANABB

Contribuiu para o INSS antes de julho de 1994 e se aposentou há menos de 10 anos? Você pode ser beneficiado pela ação Revisão da Vida Toda/INSS. Encaminhe um e-mail com a documentação necessária, seguindo os passos abaixo:


PASSO A PASSO DE COMO SOLICITAR SEUS CÁLCULOS

  1. Acesse o site meu.inss.gov.br para obter os seguintes documentos: Extrato de Contribuições (CNIS - Cadastro Nacional de Informações Sociais) e a Carta de Concessão de Benefício – disponíveis no menu ao lado esquerdo da área logada.
  2. O CNIS e a Carta de Concessão devem ser salvos em PDF em seu computador – clique na opção “imprimir” no canto inferior direito do documento para gerar o PDF e depois em fazer download/salvar.
  3. O CNIS e a Carta de Concessão em PDF devem ser encaminhados para o e-mail: ajuizamento@anabb.org.br
  4. A ANABB fará seus cálculos para saber o que é mais vantajoso.
  5. O resultado do cálculo será informado ao associado com as instruções para o ajuizamento da ação, se for o caso.

OBS: O CNIS só informa as remunerações a partir de 1982. Para inclusão das remunerações anteriores ao cálculo, podem ser encaminhados outros comprovantes salariais, tais como: registros na carteira de trabalho, contracheques, extrato do FGTS, declaração do Banco do Brasil, sentença judicial com certidão de trânsito em julgado, etc.

Para verificar a data de recebimento do primeiro benefício do INSS pode ser consultado o Extrato de Pagamento de Benefício no site meu.inss.gov.br - menu ao lado esquerdo da área logada.

ENTENDA MELHOR A AÇÃO REVISÃO DA VIDA TODA/INSS

Fonte: Agência ANABB