× Modal
< Voltar


ANABB

Faça seus cálculos com a ANABB

Para alguns associados, é mais vantajoso manter a aposentadoria na regra de transição; para outros, é benéfico requerer a aplicação da regra definitiva


Em 06.02.2020 às 10:29 Compartilhe:

Contribuiu para o INSS antes de julho de 1994 e se aposentou há menos de 10 anos? Então, você pode ser beneficiado pela ação Revisão da Vida Toda.

Porém, antes de pedir para você encaminhar o kit da ação, a ANABB precisa saber o que é mais vantajoso para você: manter a sua aposentadoria na regra de transição ou requerer a aplicação da regra definitiva. Essa é uma ação que pode beneficiar toda a família Banco do Brasil. 

Para isso, é necessário que a ANABB faça cálculos individualmente. Para cada associado, haverá uma situação diferente: para alguns associados é mais benéfico manter a aposentadoria considerando apenas as contribuições recolhidas após julho de 1994, para outros é mais vantajoso considerar as contribuições feitas durante toda a vida.

É importante esclarecer que essa ação não repercute no benefício pago pela Previ. 

Saiba mais sobre a ação Revisão da Vida Toda

PASSO A PASSO DE COMO SOLICITAR SEUS CÁLCULOS

  1. Acesse o site meu.inss.gov.br para obter os seguintes documentos na área logada:
    1. Extrato de Contribuições (CNIS - Cadastro Nacional de Informações Sociais) – disponível na parte superior da tela, menu Serviços - Extratos/Certidões/Declarações - Extrato de Contribuições (CNIS). Na parte inferior da tela clique em Baixar PDF e, então, na opção Relações Previdenciárias e Remunerações – Continuar. Após abrir o documento, clique em fazer download/salvar.
    2. Carta de Concessão de Benefício/Memória de Cálculo - disponível no menu inferior da página Outros Serviços – Ver Mais – Carta de Concessão. Clique no Benefício de Aposentadoria que apresenta Situação Ativo. O download ocorrerá automaticamente e o documento deverá ser salvo.
       
  2. Filiados ao INSS anteriormente a 1982 devem encaminhar ainda outros comprovantes salariais, pois o CNIS apenas informa as remunerações a partir daquele ano. Para inclusão das remunerações anteriores a 1982 no cálculo, podem ser encaminhados documentos tais como: registros na carteira de trabalho (foto, qualificação civil, contrato de trabalho, alterações salariais), contracheques, extrato do FGTS, declaração do Banco do Brasil, sentença judicial com certidão de trânsito em julgado. 
     
  3. O CNIS e a Carta de Concessão em PDF, bem como os comprovantes salariais (período anterior a 1982) digitalizados, devem ser encaminhados para o e-mail: ajuizamento@anabb.org.br .
     
  4. A ANABB fará seus cálculos para saber se o benefício atual é mais vantajoso, ou se a revisão é mais benéfica.
     
  5. O resultado do cálculo será informado ao associado e, se for o caso, também as instruções para o ajuizamento da ação.

Fonte: Agência ANABB