× Modal
< Voltar


ANABB

ANABB questiona TCU sobre privatização da BBDTVM

A Associação pretende mobilizar, na volta do recesso legislativo, deputados e senadores


Em 24.01.2020 às 18:57 Compartilhe:

A ANABB encaminhou ofício ao Tribunal de Contas da União (TCU) questionando a intenção da atual gestão de privatizar a gestora de fundos da instituição, a BB DTVM. A Associação pretende também mobilizar, na volta do recesso legislativo, deputados e senadores.

A informação já foi divulgada em sites de importantes veículos de comunicação, tais como Valor Econômico e Agência Estadão.

VEJA MATÉRIA NO JORNAL VALOR ECONÔMICO

No ofício, a ANABB afirma que: urge avaliar a legalidade e a legitimidade dos atos de gestão do Banco do Brasil no que diz respeito à privatização da BB DTVM. O valor imensurável da marca BB na geração de oportunidades e no potencial de alavancar negócios, hoje e no futuro, precisa ser levado em conta nas anunciadas decisões de vendas de ativos do Conglomerado Banco do Brasil.

Na avaliação da entidade, estranhamente, embora se fale em competitividade na privatização da BBDTVM e BB-BI, os gestores do Banco do Brasil anunciam desativação de negócios nos Estados Unidos e redução na presença em Portugal, às vésperas dos impactos do Brexit. Na direção oposta de tais decisões, grandes bancos brasileiros consolidam estrategicamente suas atuações nesses mercados, estreitando os vínculos com clientes brasileiros e estrangeiros.

A ANABB reforça que a BBDTVM tem entre suas atividades a administração, gestão e distribuição de fundos e carteiras administradas e que mesmo bancos de menor porte mantêm, na estrutura interna, sua distribuidora. Destaca também a relevância da gestora no segmento, que, com mais de R$ 1 trilhão em ativos, é líder no país, com participação de mais de 20% no mercado.

A entidade afirma ainda que os resultados do BB sintetizam o esforço de negócios de diversas áreas na busca pela liderança em nichos estratégicos do mercado financeiro". "O desmonte ou a desestruturação de unidades lucrativas pode gerar sérias consequências no futuro", argumenta.

CLIQUE AQUI E VEJA O OFÍCIO DA ANABB PARA O TCU SOBRE A PRIVATIZAÇÃO DA BBDTVM

 

Link

Fonte: Agência ANABB