× Modal
< Voltar


ANABB

Previ Família será lançado no primeiro trimestre de 2020

O objetivo do Previ Família é proporcionar aos familiares dos participantes no planejamento de seus próprios futuros


Em 21.10.2019 às 15:36 Compartilhe:

Essa afirmação foi feita pelo presidente da Previ, José Maurício Coelho, durante o 40º Congresso Brasileiro da Previdência Complementar Fechada, promovido pela Abrapp, em São Paulo. Segundo Coelho, o Previ Família, está em fase de elaboração e ainda não tem data exata de lançamento definida.

De acordo com a Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil, o objetivo do Previ Família é proporcionar aos familiares dos participantes no planejamento de seus próprios futuros a solidez e segurança de uma entidade com mais de 115 anos de história. Ele poderá ser contratado por familiares dos associados da Previ – mais especificamente, consanguíneos até o 3º grau, o que engloba de bisavôs a bisnetos e familiares até o 2º grau, o que abrange de cunhados e sogros até tios e netos do cônjuge.

O Previ Família será um plano de previdência complementar mais flexível e não estará vinculado ao patrocínio de nenhum empregador. Nesse plano, além de solicitar uma renda mensal de aposentadoria, será possível efetuar resgates parciais e receber uma renda temporária. O plano, que será estruturado na modalidade de contribuição definida, também estará disponível para todos os associados da Entidade.

“Num cenário de desafios para o mercado de previdência e para a economia de maneira geral, a criação de um novo plano de benefícios busca oferecer alternativas aos associados para assegurar seu futuro e proteger seus familiares”, explica Marcel Barros, diretor de Seguridade da Previ. “Além disso, contribui para a sustentabilidade da Previ e mantém a Entidade sólida e perene para cumprir sua missão de pagar benefícios de maneira eficiente, segura e sustentável”, conclui.

Em entrevista ao jornal O Globo, na última quinta-feira (17/10), o presidente da Previ falou que acredita que o plano será atraente por conta da governança e do histórico de rentabilidade da Caixa de Previdência. “Os percentuais ainda não foram definidos, mas acreditamos que podemos ser competitivos em termos de taxas. E a ideia é levar a experiência de 115 anos da Previ e sua governança para construir o futuro desses familiares”, afirmou Maurício Coelho. Além disso, por ser sem fins lucrativos, a Previ acredita que poderá oferecer taxas competitivas para atrair os novos clientes.

Fonte: Agência ANABB, com informações da Previ e do jornal O Globo