× Modal
< Voltar


Artigos

RESILIÊNCIA E EFETIVIDADE

Artigo de Reinaldo Fujimoto, Presidente da ANABB - Jornal Ação 257


Em 11.10.2019 às 11:46 Compartilhe:

Colocando em prática o princípio da transparência das nossas ações, vou utilizar este espaço para falar de alguns resultados alcançados com a campanha Não mexe no meu BB.  O movimento nacional foi criado pela ANABB para defender o Banco do Brasil e mostrar a toda a sociedade que a Instituição tem um significado muito importante para os brasileiros: ajudar o País a crescer, se desenvolver e progredir em diversos setores.

O lançamento da campanha ocorreu no dia 18 de junho, no Congresso Nacional, e, já naquela ocasião, teve adesão imediata de associados, de parlamentares e da sociedade em geral.  

Nestes últimos três meses, o trabalho foi intenso. Alcançamos mais de 30 milhões de pessoas com nossas mensagens nas redes sociais e anúncios. Divulgamos artigos em colunas, blogs e jornais, inclusive reforçando a atuação da ANABB junto à CVM contra a indicação de pessoas para o Conselho de Administração do BB que tivessem conflito de interesses com o Banco.  

Entrei no Banco como menor aprendiz, aos 14 anos, em 1973. Tive uma forte base familiar, mas tudo o que sei da vida, do valor do trabalho, aprendi no Banco do Brasil. Hoje, já aposentado, me sinto na responsabilidade de defender essa Instituição e acredito que esse pode ser o desejo de muitos colegas do País, pois o BB é motor do crescimento econômico e da geração de riqueza no Brasil. Estamos onde o povo está, em quase 5 mil agências, muitas delas localizadas no interior do Brasil.  

Para dar mais amplitude ao movimento, lotamos o Plenário da Câmara dos Deputados no dia 22 de agosto. Os deputados Pompeo de Mattos e Erika Kokay apoiaram a realização de uma sessão solene em alusão à campanha. Na solenidade, compartilhamos a ideia e recebemos, novamente, apoio de diversos parlamentares a respeito de tudo o que estamos defendendo.

  • O Banco é responsável por colocar alimento na mesa do Brasil e do mundo, graças aos incentivos ao agronegócio, dando oportunidades para que a agricultura familiar tenha espaço e gere renda.
  • O nosso modelo de negócio também dá certo. Temos gerado resultados satisfatórios para o Tesouro Nacional e acionistas privados. Os principais donos do BB são os brasileiros e não os banqueiros.
  • O trabalho dos funcionários do BB tem sido responsável pela conquista de excelentes indicadores de governança atestados pelo Banco Central, pela Corregedoria-Geral da União e pelo Tribunal de Contas da União.
  • ​Destacamos também o reconhecimento do BB como instituição financeira mais sustentável do mundo. Temos expertise em comércio exterior com presença global em 17 países e correspondentes em mais de 100 países.


Um importante resultado é que a campanha abriu espaço para um diálogo ainda mais próximo com o deputado Christino Áureo, que é funcionário do Banco do Brasil e está incluindo a ANABB nas tratativas sobre a situação da Cassi com a Diretoria do BB.

Também fizemos pesquisa para saber a opinião dos parlamentares sobre o Banco do Brasil. Para a ANABB, o resultado da pesquisa foi muito satisfatório, pois mostrou o nível de conhecimento dos parlamentares sobre o Banco do Brasil, que o reconheceram como eficiente e importante para a economia brasileira.  Os deputados e senadores ouvidos se mostraram cientes das áreas de atuação do Banco, com força para o agronegócio, e avaliaram que os funcionários são preparados para o exercício das suas funções.

Resiliência e efetividade são atitudes que estão fazendo parte da nossa jornada em defesa da Cassi, da Previ e do Banco do Brasil. A partir do momento em que a nossa rede de apoio cresce, fortalecemos nosso propósito e chegamos mais perto de alcançar nosso destino como Nação: uma sociedade próspera e mais justa, sonho de todos nós.

 

Fonte: Agência ANABB