× Modal
< Voltar


ANABB

Outubro Rosa: é preciso falar mais sobre a doença

Campanha mundial alerta sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama, esclarecendo mitos e verdades


Em 03.10.2019 às 13:50 Compartilhe:

Para uma causa tão importante e mundial, a adesão deve ser maciça. Por isso, a ANABB, em mais um ano, apoia a campanha Outubro Rosa. A iniciativa alerta sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. O movimento, que surgiu nos anos 90, na primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York (EUA), ganhou âmbito global, tendo diversos monumentos ganhando a cor rosa associada à luta e cura da doença.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres em todo o mundo, representando quase um terço dos casos da doença. No Brasil, as estimativas do Inca apontam que em 2019 quase 60 mil mulheres desenvolverão esse tipo de câncer.

A campanha promovida pelo Inca e pelo Ministério da Saúde reforça três pilares para o controle da doença: prevenção primária (como reduzir o risco de câncer de mama), diagnóstico precoce (divulgar sinais e sintomas da doença e incentivar a mulher a observar o próprio corpo) e mamografia (informar que para mulheres de 50 a 69 anos é recomendada a realização de uma mamografia de rastreamento [exame de rotina], a cada dois anos).

Falar mais sobre o assunto pode ajudar a esclarecer mitos e verdades. Com conhecimento, é possível diminuir o temor associado à doença. Pensando nisso, o Inca publicou a quinta edição de uma cartilha bem completa intitulada “Câncer de mama: vamos falar sobre isso”. O material orienta homens e mulheres a respeito da prevenção e detecção precoce da doença.

CLIQUE AQUI E VEJA A CARTILHA "CANCÊR DE MAMA: VAMOS FALAR SOBRE ISSO

Fonte: Agência ANABB