× Modal
< Voltar


Não mexe no meu BB

Campanha #nãomexenomeuBB é apresentada em congresso de bancários

Mais de 250 participantes foram motivados a contribuir com a campanha promovida pela ANABB em defesa do BB com vídeos, depoimentos ou fotos


Em 02.08.2019 às 17:06 Compartilhe:

A campanha #nãomexenomeuBB foi apresentada pela ANABB aos mais de 250 participantes do 30º Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil, que aconteceu nos dias 1º e 2 de agosto, em São Paulo/SP. Promovido pela Contraf/CUT, o congresso reúne anualmente funcionários de bancos públicos para debaterem temas relevantes para os bancários. Este ano, o tema discutido foi “A defesa do Banco do Brasil e dos seus funcionários na era digital e do desmonte”, o que tem muito a ver com a campanha promovida pela ANABB em defesa do BB que está envolvendo milhares de pessoas nas redes sociais.

No painel dedicado à ANABB, o presidente Reinaldo Fujimoto apresentou as ações da campanha #nãomexenomeuBB, iniciada em 18 de junho deste ano. “Nossa intenção é mostrar à sociedade que o Banco do Brasil, enquanto instituição pública e sólida, é vital para o desenvolvimento econômico e social do País. Mexer em um Banco que dá resultados importantes para os acionistas e para a própria sociedade brasileira é comprometer o futuro da Nação. Por isso, #nãomexenomeuBB!”, enfatizou o presidente. Na oportunidade, Fujimoto ressaltou a importância do engajamento dos funcionários do Banco para que a campanha alcance seus objetivos. “Conte para nós – por meio de vídeos, depoimentos e fotos –  qual o valor de pertencer à família BB. Se preferir, relate sobre experiências com clientes em situações inesquecíveis, onde pequenos gestos fizeram toda a diferença. Sua participação é muito importante neste momento da campanha”, disse Fujimoto. 

Além do painel com a apresentação da campanha #nãomexenomeuBB, o congresso também reservou espaço para a análise dos prejuízos provocados por uma possível reestruturação do Banco do Brasil que pode comprometer inclusive o futuro da Instituição. Ainda integraram a programação debates sobre a conjuntura nacional, a previdência pública e complementar, a Cassi/Economus e a saúde dos trabalhadores.

Uma novidade desta edição do congresso foi a substituição dos materiais impressos pela tecnologia. Toda a programação, textos de reflexões, demais subsídios e informações foram disponibilizados em um app que pode ser baixado nos celulares e/ou tablets dos participantes.

Veja mais na galeria

1 de 3
Fonte: Agência ANABB