× Modal
< Voltar


ANABB

ANABB notifica TCU, CGU e Bacen sobre nomeação de conselheiro do BB

Associação encaminhou ofício solicitando que os órgãos examinem a existência de conflito de interesses na nomeação de conselheiro do Banco do Brasil


Em 30.07.2019 às 14:53 Compartilhe:

A ANABB encaminhou ofício ao Tribunal de Contas da União (TCU), à Controladoria Geral da União (CGU) e ao Banco Central (Bacen) solicitando que os três órgãos examinem a existência de conflito de interesses na nomeação de membro do Conselho de Administração do Banco do Brasil. No dia 19 de junho, a mesma solicitação já havia sido feita à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que, no entanto, não acatou o pedido da Associação. Assim, a posse do conselheiro foi mantida.

A ANABB defende a integridade do Banco do Brasil. Por isso, aponta a necessidade de observação rigorosa das boas práticas de compliance, posicionando-se contra a indicação de conselheiros para o Banco do Brasil que apresentem conflito de interesses devido à atuação anterior em empresas concorrentes. Este é o caso do conselheiro nomeado. Como a CVM não atendeu à solicitação da ANABB, a Associação decidiu fazer um comunicado oficial aos demais órgãos de controle.

Os conselheiros de Administração do BB têm acesso a notas, estudos, diretrizes e demais informações sigilosas sobre companhias que possuem relação comercial e de crédito com o Banco. Por isso, na Assembleia Geral do Banco do Brasil do dia 26 de abril, a ANABB se posicionou contra a eleição de conselheiros que tenham atuado recentemente em empresas concorrentes. O voto do ANABB foi então aceito pela mesa que conduzia os trabalhos e encaminhado à CVM.

Veja a solicitação encaminhada pela ANABB aos órgãos de controle:

Ofício ao Banco Central do Brasil (Bacen)

Ofício à Controladoria-Geral da União (CGU)

Ofício ao Tribunal de Contas da União (TCU)

 

Repercussão na mídia

O ofício encaminhado pela ANABB ao Tribunal de Contas da União (TCU), à Controladoria Geral da União (CGU) e ao Banco Central (Bacen) ganhou repercussão na edição de sábado, 27 de julho, do jornal Correio Braziliense. Veja a nota publicada:

 

Conflito // A partir de um pedido ao Tribunal de Contas da União (TCU), à Controladoria Geral da União (CGU) e ao Banco Central, a Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (ANABB) quer que os três órgãos examinem a existência de conflito de interesses envolvendo membros do Conselho de Administração do Banco do Brasil que exercem ou exerceram, nos últimos tempos, atividades em outras empresas financeiras concorrentes, relacionadas à gestão de recursos de terceiros.

Fonte: Agência ANABB