× Modal
< Voltar


Cassi

PROPOSTA DE SUSTENTABILIDADE DA CASSI: RETA FINAL DA VOTAÇÃO

Faça sua parte e vote na proposta para a Cassi


Em 24.05.2019 às 12:27 Compartilhe:

Atualizada às 18h52 do dia 24/05

Termina na próxima segunda-feira, 27/5, às 18h, o prazo para que os associados votem na proposta que altera o custeio e o estatuto da Cassi. De acordo com o artigo 73 do Estatuto da Caixa de Assistência, para aprovação da reforma estatutária, é necessário quórum de votantes de metade do total de associados registrado no último balancete, mais 1 associado, e, no mínimo, 2/3 destes devem votar favoravelmente, não computados os votos em branco.  O total de aptos a votar é de 168.580 associados e a metade corresponde a 84.291 pessoas.

Nesta consulta o quórum mínimo já foi alcançado. Ainda assim, é muito importante que os associados que ainda não votaram participem, pois a manifestação do corpo social é de extrema importância, tendo em vista a grave situação financeira pela qual passa a Cassi.

Clique aqui e veja como está a participação dos associados na consulta da Cassi.

Funcionários da ativa e aposentados podem votar pelos seguintes canais de votação: 

  • Site Cassi
  • APP da Cassi
  • Terminais de Autoatendimento
  • SisBB, para os funcionários da ativa.

A orientação da ANABB é pelo voto SIM, pois no papel de entidade representativa que defende direitos de funcionários da ativa e aposentados do BB, a Associação acredita que as mudanças que estão sendo propostas são fundamentais para a Cassi, considerando que: 

  • A proposta construída em Mesa de Negociação recupera LIQUIDEZ, RESERVAS, MARGEM DE SOLVÊNCIA e demais ÍNDICES FINANCEIROS da Cassi.
  • O NOVO MODELO DE CUSTEIO assegura solvência até 2023 para a Cassi.
  • Serão feitos APORTES PELOS BANCO DO BRASIL E PELOS ASSOCIADOS, com a entrada imediata de recursos e injeção de mais R$ 9 bilhões nos próximos 3 anos.
  • As CONTRIBUIÇÕES SERÃO MANTIDAS no atual patamar (4% para associados e 4,5% para o BB), mesmo após 2022.
  • Na GOVERNANÇA, foram inseridas alterações que buscam a MELHORIA E AGILIDADE DOS PROCESSOS DECISÓRIOS.
  • A reforma do Estatuto NÃO ALTERA O BENEFÍCIO DEFINIDO (BD).

Clique aqui e veja a íntegra da Nota de Esclarecimento da ANABB com o posicionamento institucional. O momento é de reflexão e decisão. 
 

Fonte: Agência ANABB