× Modal
< Voltar


ANABB

ANABB se posiciona na Frente Parlamentar em Defesa dos Bancos Públicos

Evento aconteceu na Câmara dos Deputados e teve a participação de parlamentares e entidades representativas


Em 09.05.2019 às 18:39 Compartilhe:

A ANABB participou nesta quarta-feira (8/5) do lançamento da Frente Parlamentar em Defesa dos Bancos Públicos na Câmara dos Deputados. Na ocasião, também ocorreu o Seminário Internacional sobre os Bancos Públicos. A Associação foi representada pelo presidente Reinaldo Fujimoto, que discursou, na tribuna, em favor do Banco do Brasil e de seus funcionários. Alguns diretores regionais acompanharam o evento: Camilo Gomes (MA -19), Daniel Fialkoski (MT-20), Maria Avani Cervo (RS- 48), Maria Rosário Durães (MG-27) e Samuel Bastos (AP - 03).

O encontro contou com a participação de entidades representativas de bancos públicos, entre elas da Caixa Econômica, do BNDES e do BNB, além de deputados e senadores que discursaram em favor do fortalecimento das empresas públicas e estatais no Brasil.

A Frente Parlamentar em Defesa dos Bancos Públicos foi relançada após as frequentes declarações de integrantes do governo propondo a privatização da área financeira do país. Com adesão de 209 parlamentares de 23 partidos diferentes, a frente é coordenada pelo deputado Zé Carlos (PT-MA) e pretende analisar todos os projetos sobre o tema que estão no Congresso.

Na tribuna, o presidente da ANABB ressaltou a importância do Banco do Brasil como patrimônio do cidadão brasileiro e seu papel para o desenvolvimento do país. “O BB tem papel social e é propulsor da economia. No agronegócio, por exemplo, investiu mais de R$ 103 bilhões na safra de 18/19, incluindo a agricultura familiar. Além disso, fortaleceu a infraestrutura do Brasil aplicando mais de R$ 50 bilhões em rodovias, ferrovias, sistema elétrico entre outros”.  

Em defesa do Banco do Brasil, Reinaldo Fujimoto citou o voto da ANABB na Assembleia de Acionistas do BB, ocorrida em 26/4, contra a indicação de conselheiros que possuem conflito de interesse. Mostrou, também, o trabalho que tem sido feito nos estados. “Temos uma governança formada por 66 diretores regionais que buscam estreitar o relacionamento com o Legislativo e articulam sobre temas de interesse do Banco”, disse.  

O presidente da ANABB finalizou o discurso se colocando à disposição da Frente Parlamentar em Defesa dos Bancos Públicos.

Fonte: Agência ANABB