× Modal
< Voltar


Observatórios Sociais

Observatório Social do Brasil - Rio lança projeto de fiscalização do transporte público

Iniciativa prevê a utilização de dados GPS obtidos junto à frota de ônibus da cidade para qualificar o serviço oferecido à população


Em 06.05.2019 às 16:00 Compartilhe:

O Observatório Social do Brasil – Rio de Janeiro (OSB-Rio) lançou uma ação de financiamento coletivo para o Projeto Movemos, que pretende criar um sistema inteligente de monitoramento da frota de ônibus da cidade via GPS (Global Positioning System). A intenção é utilizar a tecnologia e a participação social como aliadas para transformar a forma como atualmente é fiscalizado o transporte público, permitindo a realização de um planejamento mais adequado da mobilidade urbana.

O projeto é fruto de uma parceria realizada em 2018 entre o OSB-Rio e a Controladoria-Geral do Município do Rio de Janeiro para verificação dos dados disponibilizados no portal Data.Rio a partir dos equipamentos GPS instalados nos ônibus. O trabalho constatou que a Prefeitura do Rio não utiliza o GPS de forma sistematizada, apesar da frota de ônibus do Rio ser monitorada por GPS desde 2011.

Algumas consequências disso são linhas de ônibus que simplesmente desaparecem, sem aviso prévio à população, e outras que deveriam contar com dezenas de veículos, mas que operam com apenas um carro, entre tantas outras situações. Por outro lado, o uso das informações produzidas pelos equipamentos GPS já instalados nos ônibus poderia alimentar um sistema automatizado de cruzamento de dados capaz de qualificar a fiscalização sobre os serviços de mobilidade urbana.

É isso que pretende fazer o Projeto Movemos: usar estes dados gerados para fazer o monitoramento de toda a frota de ônibus do Rio de Janeiro 24 horas por dia, 7 dias por semana, de forma a permitir a fiscalização eficiente das frotas mínima e máxima em operação, o cumprimento dos itinerários, o tempo de espera entre os ônibus, entre outras medidas que possam qualificar o serviço oferecido.

Para desenvolver o projeto piloto, o OSB-Rio lançou uma ação de financiamento coletivo com a meta de arrecadar R$ 40 mil. Caso este valor não seja arrecadado, os recursos serão devolvidos aos doadores. Para saber mais sobre o projeto e contribuir, acesse projetomovemos.org.

Fonte: Agência ANABB