× Modal
< Voltar


Observatórios Sociais

OSB na Campanha da Fraternidade 2019

Observatório Social do Brasil tem destaque no texto-base da campanha como exemplo de cidadania


Em 21.03.2019 às 18:26 Compartilhe:

A Campanha da Fraternidade 2019, desenvolvida pela Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), e lançada no início de março, tem como tema, “Fraternidade e Políticas Públicas” e lema, “Serás libertado pelo direito e pela justiça”.

Essa importante ação, proposta pela igreja católica na Quaresma, período que compreende os 40 dias antes da Páscoa, ressalta o importante trabalho desenvolvido pelo Observatório Social do Brasil (OSB), ao citar, no texto-base da campanha, pela Comissão Nacional, como exemplo da participação, da cidadania e do bem comum.

A campanha é um verdadeiro convite à sociedade para refletir sobre políticas públicas, bem como do papel dos atores sociais neste contexto. Para auxiliar nesse objetivo, é utilizado o método ver, julgar e agir, com apontamento de iniciativas para o envolvimento de toda sociedade neste importante tema. Há, por exemplo, a contextualização do que é o poder público, os tipos de poder e as ações desenvolvidas por atores sociais, como o caso real, bem citado, do OSB.

O Presidente do Sistema OSB, Ney da Nobrega Ribas, destacou, em ocasião do destaque da entidade na Campanha de 2019, que “o OSB tornou-se a maior instituição de controle social do País, como um instrumento da sociedade que clama por justiça social, num espaço democrático, onde todos os cidadãos podem exercer sua cidadania e transformar a sua indignação em atitude”.

ANABB APOIA A CAUSA
O OSB está presente em mais de 140 cidades, de 16 estados, representando mais de 30 milhões de brasileiros, ou seja, 15% da população. Entre 2013 e 2018, graças ao trabalho de mais de 3.500 voluntários, a rede OSB impediu o desperdício de mais de R$ 3,5 bilhões aos cofres públicos, por meio da fiscalização dos gastos públicos. A ANABB apoia a iniciativa e, por meio de convênio de cooperação financeira, apoia cinco observatórios.

A população também pode se envolver com o trabalho dos observatórios e ter acesso aos materiais de divulgação da campanha, motivando igrejas, paróquias da comunidade, bem como a população local. Clique aqui para saber mais.

Fonte: Agência ANABB