× Modal
< Voltar


Observatórios Sociais

OSB auxilia pesquisa que mostra a calamidade nas obras de creches no país

O Observatório Social do Brasil, parceiro da ANABB, auxiliou a Transparência Brasil na construção do relatório que foi destaque no Jornal Nacional, da TV Globo na última terça-feira 18/12


Em 19.12.2018 às 17:04 Compartilhe:

A ONG Transparência Brasil em parceria com o Observatório Social do Brasil divulgou relatório inédito que mostra a real situação das obras em creches e escolas infantis do país. O levantamento mostra que apenas 9% das escolas e creches previstas foram entregues no período de um ano. Das 135 obras analisadas, somente 23% estão em andamento e 20% estão paralisadas. Porém, ainda mais preocupante é que a outra metade das obras sequer saiu do papel: 44% ainda aguardam para serem iniciadas, e 4% já foram canceladas, isto é, não serão mais construídas. O relatório foi destaque em reportagem exibida no Jornal Nacional, da TV Globo e na Globo News.

Desde maio de 2017, visitas in loco nas obras foram realizadas por voluntários dos Observatórios Sociais locais, em 21 municípios selecionados nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A Transparência Brasil calcula que cerca de R$1 bilhão já foram destinados a obras que estão paradas ou nem começaram.

Na reportagem exibida, um dos voluntários do Observatório Social de Uberlândia ressalta a importância da atuação dos OSB e da fiscalização da população. “É um ato de cidadania, as pessoas pagam impostos, ela é obrigada a pagar esses impostos, mas ela tem o direito de fazer a fiscalização desses recursos”, disse Vladimir Rodrigues. Somente por conta dessa fiscalização constante duas obras que estavam paradas foram retomadas.

Clique aqui para assistir a reportagem veiculada no Jornal Nacional, desta terça-feira (18/12).

Seja voluntário no Observatório Social do Brasil

Os Observatórios Sociais estão presentes em mais de 136 cidades, espalhados em 16 estados brasileiros e no Distrito Federal. A síntese do trabalho voluntário de empresários, profissionais, professores, estudantes e funcionários públicos, que já atingiu a marca de 3 mil pessoas, consiste no monitoramento das compras públicas nos municípios, evitando gastos desnecessários e cobrando providências na identificação de irregularidades.

Para o vice-presidente de Comunicação da ANABB e conselheiro consultivo do OSB, Douglas Scortegagna, a atuação dos voluntários nos OS representa grande destaque nacional e um exemplo a ser seguido. “No quadro atual que estamos vivendo de total desconfiança das pessoas nos agentes públicos, o trabalho dos voluntários surge como um ponto positivo e um exemplo a ser copiado por diversos segmentos da sociedade em prol da justiça social”.

A ANABB apoia a iniciativa dos Observatórios desde 2013 e, tem convênio de cooperação financeira com as cinco unidades dos OS que auxilia: Campo Grande (MS), Santo Antônio de Jesus (BA), Campos Gerais – Ponta Grossa (PR), Pelotas e Erechim (RS). 

Fonte: Agência ANABB