× Modal
< Voltar


Observatórios Sociais

Projetos do OSB recebem selo Ação Íntegra do MPF no Paraná

A certificação faz parte do Programa Nacional de Prevenção Primária à Corrupção do Ministério Público Federal


Em 23.10.2018 às 10:20 Compartilhe:

Discutir cidadania e combate à corrupção com crianças e adolescentes. Este é o foco dos projetos “Observador Social Mirim”, realizado pelo Observatório Social do Brasil (OSB), e “Projeto Educação Fiscal, Cidadania e Combate à Corrupção – O Brasil que Queremos Começa Aqui!”, desenvolvido pelo Observatório Social de Toledo, no Paraná - ambos premiados com o selo Ação Íntegra, que faz parte do Programa Nacional de Prevenção Primária à Corrupção. Os certificados foram entregues no dia 16 de outubro na sede do Ministério Público Federal no Paraná.

O selo Ação Íntegra é oferecido para os projetos mais bem avaliados que participam da campanha #TodosJuntosContraCorrupção (www.todosjuntoscontracorrupcao.gov.br), lançada em setembro do ano passado. Planejada no escopo do Programa Nacional de Prevenção Primária à Corrupção, da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla), a campanha reúne iniciativas de todo o país que visam a prevenção primária, o estímulo à integridade social e a educação para a cidadania.

Para a diretora executiva do OBS, Roni Enara, a certificação só atesta a importância dos projetos e do trabalho realizado pelos Observatórios nas mais diversas cidades do país. “O selo é um reconhecimento do trabalho dos OSB, já temos quatro certificação, que é uma condecoração ao empenho dos 3.000 voluntários que atuam no sistema OSB e se preocupam em oferecer uma educação para a cidadania para as nossas crianças e adolescentes”, enfatiza Roni.


Projetos premiados

O “Observador Social Mirim” nasceu em Brusque (SC), mas já está sendo implementado em outras cidades. O objetivo é trabalhar a responsabilidade individual e coletiva em relação ao combate à corrupção e à importância dos tributos para a construção de uma sociedade mais justa. O programa é ministrado para alunos do 4º ano do ensino fundamental e tem duração de 6 horas/aula. Em 2017, 1.770 alunos de 47 escolas foram beneficiados.

Desenvolvido em Toledo (PR), o “Projeto Educação Fiscal, Cidadania e Combate à Corrupção – O Brasil que Queremos Começa Aqui!” envolve estudantes do ensino fundamental e médio e trabalha a importância do acompanhamento da gestão pública. Em apenas um semestre, atingiu cerca de 8 mil alunos de escolas públicas e privadas de Toledo, Ouro Verde do Oeste e São Pedro do Iguaçu, todas no interior do Paraná.

 

Integrantes do MPF/PR com a Diretora Executiva e o Presidente Voluntário do OSB, Roni Enara e Ney Ribas, que  representaram os criadores dos projetos e receberam os prêmios

Fonte: Agência ANABB com informações do OSB e MPF/PR