× Modal
< Voltar


ANABB

ANABB participa de debate sobre Fake News

Debate foi promovido pelo jornal Correio Braziliense


Em 24.05.2018 às 17:16 Compartilhe:

Você sabia que uma notícia falsa tem mais audiência que uma matéria jornalística verdadeira? Este foi um dos assuntos abordados no debate Fake News - O impacto das notícias falsas na democracia, promovido pelo jornal Correio Brasiliense, o maior da capital federal.

A ANABB foi uma das convidadas a participar do debate. Por ter sido frequentemente prejudicada por informações falsas, a Associação foi representada por sua equipe da vice-presidência de Comunicação. "As redes sociais criaram ambiente propício para as fake news. Por isso, é latente a preocupação com as notícias falsas por parte de todas as entidades. É preciso conhecer esse fenômeno e tentar se defender", ressaltou o vice-presidente de Comunicação da ANABB, Douglas Scortegagna.

Um dos objetivos do evento foi contextualizar o surgimento das notícias falsas, o impulsionamento delas pelos internautas e a forma de regulação pelas leis brasileiras, uma vez que em ano de eleição presidencial, os veículos de comunicação estão preocupados com o impacto das fake news.

O ministro da Justiça, Torquato Jardim, fez a abertura do evento, ressaltando que as fake news são o grande tema de 2018. Ele resgatou exemplos de como as notícias falsas são produzidas desde o século 19 para confundir a sociedade.

Para o ministro, combater as fake news nas campanhas eleitorais é um desafio, pois é  "preciso saber como compensar uma informação falsa com a mesma velocidade que ela é propagada".

Participaram da primeira parte do debate sobre o tema Fake News e instituições:  Murillo de Aragão, presidente do Conselho de Comunicação do Congresso Nacional; Paulo Fona, secretário de Comunicação do DF: Ricardo Pedreira, diretor da Associação Nacional de Jornais (ANJ); Fernando Paulino, diretor da Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília.

A segunda parte do debate foi sobre As medidas de combate às fake news e contou com os seguintes participantes: Marcelo Vitorino, professor de marketing político da Escola Superior de Propaganda e Marketing; Carolina Bazzi, vice-presidente da Associação Brasileira dos Agentes Digitais; Edgard Matsuki, fundador do site Boatos.org; e Frederico Meinberg, promotor de justiça e coordenador da Comissão de Proteção dos Dados Pessoais do MPDFT.

Fonte: Agência ANABB