× Modal
< Voltar


ANABB

Fique atento aos e-mails falsos com a marca do Banco do Brasil

Confira dicas de como se proteger


Em 02.04.2018 às 18:25 Compartilhe:

As quadrilhas de falsificação estão cada vez mais audaciosas e os associados devem redobrar a atenção. Recentemente, em um dos e-mails falsos enviados com a marca Banco do Brasil, os hackers, além de colocarem o nome completo de um associado, incluíram os primeiros dígitos do CPF dele, e solicitaram a necessidade de atualização cadastral por meio de link. O objetivo era dar mais veracidade ao e-mail falso e tentar confundir o cliente.

Veja como se proteger
A ANABB procurou o Banco do Brasil para saber como a instituição está se blindado dos crimes virtuais. Veja algumas dicas:

- O Banco do Brasil não envia SMS ou e-mail com links que solicitam dados pessoais, dados do cartão e senhas. Não informe seus dados e senhas em links enviados por SMS.
- Caso o cliente receba mensagens suspeitas (emails, SMS, Facebook ou Whatsapp), não clique em qualquer link contido na mensagem, apenas repasse para o e-mail abuse@bb.com.br e depois exclua a mensagem. O banco tomará as providências para solicitar o bloqueio dos endereços envolvidos.
- Caso tenha clicado no link e informado seus dados, efetue a troca das senhas bancárias o mais breve possível.
- Se estiver em agência bancária, o Banco orienta que antes de guardar seu cartão, confira se realmente é o seu e não aceite ajuda de terceiros. Se estiver em uma agência, procure um funcionário no horário de atendimento.

Seguindo a Cartilha de Segurança na Internet, produzida pelo Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Acidentes de Segurança no Brasil, a ANABB também orienta:

- Fique atento a mensagens, recebidas em nome de alguma instituição, que tentam induzir a fornecer informações, instalar/executar programas ou clicar em links.
- Questione-se por que instituições com as quais você não tem contato estão lhe enviando mensagens.
- Fique atento a mensagens que apelem demasiadamente pela sua atenção e que, de alguma forma, o ameacem caso você não execute os procedimentos descritos.
- Não considere que uma mensagem é confiável com base na confiança que você deposita em seu remetente, pois ela pode ter sido enviada de contas invadidas.
- Utilize mecanismos de segurança, como programas de firewall pessoal.
- Verifique se a página utiliza conexão segura. Ao clicar no site da ANABB por exemplo, você verá a palavra Seguro antes do endereço eletrônico.

Fonte: Agência ANABB