× Modal
< Voltar


Assuntos diversos

15º Prêmio Innovare: inscrições podem ser feitas até 30 de abril

Em 2018, além da premiação atual, práticas de combate à corrupção terão destaque


Em 19.03.2018 às 11:51 Compartilhe:

Começou em 8 de março, e vai até 30 de abril, o período de  inscrição do 15ª Prêmio Innovare. O tema é livre e as seis categorias desta edição serão: Tribunal, Juiz, Ministério Público, Defensoria Pública, Advocacia, e Justiça e Cidadania. Em 2018, além da premiação tradicional, o Innovare também dará destaque para práticas de combate à corrupção.

O Prêmio Innovare é considerado a premiação mais representativa da Justiça brasileira e tem como objetivo identificar e divulgar iniciativas inovadoras no sistema de Justiça, para que elas possam ser replicadas por todo o Brasil. Vale destacar que a premiação, que chega à sua 15ª Edição, foi criada e é mantida pelo Instituto Innovare, uma associação sem fins lucrativos, com a parceria do Ministério da Justiça e Segurança Pública, e de diversas associações jurídicas.

Os interessados em apresentar projetos de práticas inovadoras, que beneficiem a Justiça do Brasil, devem acessar o site www.premioinnovare.com.br. No endereço eletrônico é possível conhecer o regulamento, informações gerais da premiação, bem como a ficha de inscrição para preenchimento.
 

Projeto apoiado pelo IVC foi premiado

Na 14ª Edição do Prêmio, o projeto Visão de Liberdade apoiado pelo Instituto VIVA CIDADANIA (IVC), ganhou o Innovare na categoria Justiça e Cidadania.

O projeto Visão de Liberdade do Conselho Comunitário de Segurança de Maringá/PR atende detentos da Penitenciária Estadual de Maringá e é um dos assistidos pelo Instituto VIVA CIDADANIA desde 2014. A iniciativa ficou entre as 12 selecionadas do Innovare, entre 710 práticas inscritas.

Na ocasião, os dirigentes do IVC, Douglas Scortegagna (presidente), e Graça Machado (diretora de projetos) estiveram presentes na premiação, realizada em Brasília, e enfatizaram a importância do projeto e da reinserção social dos apenados atendidos pela iniciativa.

 

Fonte: Agência ANABB