× Modal
< Voltar


PAQ 2018

Banco do Brasil anuncia ajustes na Direção Geral

Comunicado enviado aos funcionários diz que haverá redução de quadros nas unidades estratégicas, com reabertura do PAQ por mais 19 dias


Em 01.02.2018 às 18:56 Compartilhe:

O Banco do Brasil anunciou nesta quinta-feira (1/2) que, após ajustes nas agências, ocorrido mês passado, realizará mudanças na Direção Geral (DG). Haverá redução de quadros nas unidades estratégicas, com reabertura do PAQ (Programa de Adequação de Quadros) por mais 19 dias. Além dos funcionários das unidades estratégicas que ocupam funções em excesso, funcionários da rede, na mesma condição, também terão nova chance para aderir ao programa.

Segundo Comunicado, a medida está em linha com os movimentos anteriores do BB, que buscam garantir a sustentabilidade da instituição, num mercado em transformação, altamente competitivo e desafiador. Com isso, o número de funcionários na direção geral será reduzido e passa a ser o menor dos últimos anos, representando 8,3% da capacidade operacional do BB.

O Comunicado informa ainda que permanecem as condições para o desligamento e os critérios de movimentação do PAQ divulgados recentemente, podendo os funcionários da direção geral que ocupam funções em excesso concorrerem nas oportunidades do TAO como público priorizado para as vagas disponíveis.

Será mantido o cronograma originalmente divulgado para os funcionários que tiveram seu pedido de desligamento pelo PAQ confirmado no início desta semana. A partir da revisão do quadro na DG, será retomado o processo de preenchimento de eventuais vagas que surgirem.

ANABB ACOMPANHA O PAQ
Desde que o PAQ foi anunciado, a ANABB tem acompanhado de perto o assunto, tendo inclusive se reunido com o Banco, no início de janeiro, para obter esclarecimentos sobre o Programa. A entidade também tem dado ampla cobertura em seu site, reunindo em um único espaço todas as notícias sobre o assunto. A ANABB orienta os funcionários que analisem a própria situação e vejam se, em seu caso, o programa será vantajoso. A Associação recomenda ainda que, caso a opção seja pelo desligamento, é preciso levar em consideração se a compensação oferecida pelo Banco será vantajosa em comparação com a perspectiva de carreira fora do BB e as condições de realocação no mercado de trabalho, entre outras variáveis, como fazer parte da Cassi e da Previ.

Fonte: Agência ANABB