× Modal
< Voltar


PAQ 2018

Veja as principais dúvidas do PAQ relacionadas a Fusesc

Os esclarecimentos foram divulgados pelo Banco do Brasil


Em 10.01.2018 às 16:08 Compartilhe:

O Banco do Brasil divulgou para seus funcionários uma série de dúvidas referentes ao PAQ (Programa de Adequação de Quadros) em relação a Cassi, Previ, Economus e Fusesc. Segundo o BB, as situações valem para o caso de desligamento do banco, ou quando, por ventura, houver descenso de função.

Veja alguns esclarecimentos sobre o Fusesc - entidade fechada de previdência complementar que abrange os empregados pertencentes ao quadro de funcionários das patrocinadoras Badesc, Bescor, Codesc, Banco do Brasil e Fusesc.

FUSESC          

- Em caso de desligamento

O funcionário que cumprir a elegibilidade da aposentadoria complementar do Plano e requerer o benefício poderá sacar até 20% da reserva total acumulada, e escolher entre o benefício vitalício reversível em pensão, o benefício por prazo determinado de até 20 anos, ou ainda o benefício mensal de 0,5% a 1%, todos calculados a partir da reserva total acumulada.

O funcionário que não cumprir a elegibilidade da aposentadoria complementar do Plano ou não deseje requerer o benefício poderá optar pelos Institutos: Autopatrocínio, mantendo as contribuições pessoais e patronais, Benefício Proporcional Diferido, mantendo apenas as contribuições para o custeio administrativo, a portabilidade, ou o resgate das contribuições pessoais (básica e adicional).

Há ainda a possibilidade de sacar até 20% da reserva total acumulada, caso o funcionário cumpra a elegibilidade da aposentadoria complementar do Plano e requeira o benefício, desde que o valor do benefício gerado pelo saldo de conta remanescente não seja inferior a

 

R$ 892,50 ou resgate das contribuições pessoais (básica e adicional) caso o funcionário NÃO cumpra a elegibilidade da aposentadoria complementar do Plano ou NÃO deseje requerer o benefício.

Caso o valor do benefício de aposentadoria se torne inferior à R$ 892,50, o funcionário poderá optar pela transformação do benefício em pagamento único, ou seja, o saque do saldo de conta total acumulado ainda remanescente.

FUSESC

- Em caso de descenso

Nada muda, pois o benefício de aposentadoria é calculado sobre o saldo de conta total acumulado. Todavia, há mudança nos Benefícios de invalidez e pensão por morte, pois estes são calculados com base nos últimos doze salários de contribuição ou sobre o saldo de conta total acumulado, sendo que a Fusesc pagará o que for maior.

Para manter o valor da contribuição, o funcionário poderá aderir ao Autopatrocínio parcial, mantendo a contribuição da patrocinadora e do funcionário, sobre o valor da redução salarial, mantendo-se assim a mesma base de cálculo para os benefícios de invalidez e pensão por morte. Para tal, o funcionário deverá entrar em contato com a Fusesc pelo telefone
0800 48 3000, após o processamento da primeira folha de pagamento com redução salarial.

Fonte: Banco do Brasil