× Modal
< Voltar


ANABB

Banco do Brasil anuncia Programa de Adequação e realocação de funcionários

O PAQ iniciará no dia 8 de janeiro e será encerrado no dia 28 de fevereiro


Em 05.01.2018 às 15:37 Compartilhe:

Nesta sexta-feira, 5 de janeiro, o Banco do Brasil divulgou para os funcionários uma proposta de remanejamento de pessoal entre as diversas praças para regularizar os locais com excessos de funcionários e oferecer alternativas para o ajuste dos quadros das unidades do Banco. A medida chamada de Programa de Adequação de Quadros (PAQ) iniciará no dia 8 de janeiro e dará incentivo financeiro para os empregados que aceitarem a mudança e, em alguns casos, até promoção.

O prazo de duração do PAQ vai até o dia 28 de fevereiro. Acesse o regulamento do PAQ e conheça a proposta do banco que prevê movimentação, remoção com vantagem complementar, remoção especial vinculada ao PAQ, desligamento voluntário com incentivo, remoção para outro município.

A ANABB entrou em contato com o Banco do Brasil para entender melhor o PAQ e divulgar aos associados a informação com mais detalhes.

Entenda as recentes reestruturações
No final de 2016, o Banco do Brasil promoveu o mais recente plano restruturação da instituição. O Plano Extraordinário de Aposentadoria Incentivada (PEAI) tinha como público-alvo pessoas com condições para se aposentar. Mais de 9.400 funcionários aderiram ao programa. Desde então, a ANABB reuniu-se com o Banco do Brasil para entender como funcionaria o programa e acompanhou audiência de mediação promovida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) sobre a situação de 2.300 bancários, que, em julho de 2017, ainda não haviam sido realocados após o processo de reestruturação do BB, com o fechamento de muitas agências.

A ANABB acompanhou o processo de restruturação desde o anúncio das mudanças. Durante reunião com o presidente do Banco, Paulo Rogério Caffarelli, ainda em dezembro de 2016, a Associação entregou uma carta de intenção manifestando a preocupação da entidade com os funcionários que poderiam vir a ser descomissionados e sugerindo ao BB a possibilidade de extensão da Vantagem de Caráter Pessoal (VCP) até o fim de 2017. Assim, haveria mais tempo para que os funcionários fossem realocados e para que o Sistema de Talentos e Oportunidades (TAO) Especial atingisse os objetivos para quais foi concebido. Na carta, a ANABB identificou que a possibilidade de redução de salário dos servidores descomissionados que não tinham condições de mudar de cidade seria o principal motivo de estresse no funcionalismo.

Fonte: Agência ANABB