× Modal
< Voltar


Resumo da semana

Retrospectiva, fatos e acontecimentos da semana: de 13 a 17/11/2017

Acompanhe os principais fatos nos três poderes do país


Em 17.11.2017 às 19:50 Compartilhe:

Síntese retrospectiva dos fatos mais relevantes da semana ordenados em tópicos sobre eventos ocorridos nos Poderes e nos cenários político, socioeconômico e mundial.

Poder Executivo

  • Temer edita MP sobre a Reforma Trabalhista

O presidente Michel Temer editou a Medida Provisória (MP) 808, que promove mudanças na Reforma Trabalhista (Lei nº 13.467), notadamente nos seguintes pontos: jornada de trabalho 12x36; dano extrapatrimonial; empregada gestante e lactante; autônomo exclusivo; trabalho intermitente; incidência de encargos trabalhista e previdenciário; cobrança e distribuição da gorjeta; representação em local de trabalho; negociado sobre o legislado no enquadramento do grau de insalubridade; e arrecadação/contribuição previdenciária. A MP será analisada por uma Comissão Mista antes de ser votada pelos Plenários da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, respectivamente.

  • Temer sanciona lei dos acordos de leniência com bancos

O presidente da República sancionou, sem vetos, a Lei 13.506, que permite que o Banco Central celebre acordos de leniência com instituições financeiras.

 

Cenário Político

  • Ministro Bruno Araújo pede exoneração

O ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB/PE), pediu exoneração da pasta. O pedido ocorre em meio à crise interna do PSDB, que se divide entre sair ou permanecer no governo. A exoneração de Araújo antecipa a discussão sobre a reforma ministerial.

 

 Cenário Socioeconômico

  • Mercado financeiro aumenta estimativa sobre inflação

O boletim Focus, levantamento do Banco Central junto ao mercado financeiro, aumentou a previsão da inflação deste ano de 3,08% para 3,09%; para 2018, o aumento da estimativa foi de 4,02% para 4,04%.

  • Mercado financeiro reduz estimativa sobre o rombo das contas do governo

A Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda divulgou o Prisma Fiscal, levantamento das expectativas do mercado em relação às variáveis fiscais do país, de acordo com o qual a estimativa de rombo nas contas do governo é de R$ 157,41 bilhões em 2017. A última estimativa havia sido de R$ 158,43 bilhões.

  • Subutilização do emprego chega a 23,9%

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 26,8 milhões de trabalhadores eram subutilizados, ou seja, não estavam empregados, trabalhavam menos do que gostariam ou, ainda, podiam trabalhar, mas não procuravam trabalho, entre os meses de julho e setembro deste ano. Essa taxa cresceu em relação ao trimestre anterior (23,8%), assim como em relação ao mesmo trimestre de 2016 (21,2%).

  • Balança comercial registra superávit histórico

O acumulado da balança comercial de 2017 tem superávit de US$ 60,28 bilhões, segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). O resultado até o momento é o maior da série; no mesmo período do ano passado, o superávit foi de US$ 39,95 bilhões.

  • Venda no varejo cresce em setembro

O IBGE divulgou uma pesquisa que afirma que as vendas no setor de varejo cresceram 6,4% em setembro, diante do mesmo mês do ano passado, e 0,5% em relação a agosto deste ano. O resultado é o maior desde abril de 2014. O principal responsável pelo aumento foi o setor de supermercados.

  • Número de inadimplentes aumenta

O número de brasileiros inadimplentes chegou a 61 milhões no mês passado, de acordo com a Serasa Experian. Em setembro esse número era de 60,48 milhões; e em outubro de 2016, de 58,35 milhões.

Fonte: Agência ANABB