× Modal
< Voltar


Cassi

Adesões ao CASSI Família são suspensas, mas beneficiários continuam com atendimento

Caixa de Assistência explica que a assistência à saúde de quem já é beneficiário permanece inalterada


Em 13.06.2017 às 12:33 Compartilhe:

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) suspendeu, desde o dia 9 de junho, a comercialização de 38 planos de saúde, incluindo o Plano CASSI Família. A Cassi informa, no entanto, que essa suspensão, pelo prazo de até três meses, não afeta o acesso de quem já é beneficiário à rede credenciada nem às CliniCASSI.

Em nota, a Caixa de Assistência afirma que toda a assistência à saúde prestada pela Entidade permanece inalterada, por meio da rede credenciada, que conta com mais de 34,3 mil prestadores, e das 65 CliniCASSI espalhadas pelo país.

Segundo a ANS, as suspensões foram motivadas por reclamações relativas à cobertura assistencial, como negativas e demora no atendimento, recebidas no 1º trimestre de 2017. A medida faz parte do monitoramento periódico realizado pela Agência por meio do Programa de Monitoramento da Garantia do Atendimento.

Dependentes dos funcionários do BB com 23 anos

A Cassi ainda informa que filhos e enteados de funcionários do Banco do Brasil que completarem 24 anos no período da suspensão devem contatar a Central Cassi para saber quais os procedimentos necessários para manter a assistência, já que perdem a condição de dependentes do Plano de Associados com essa idade. Vale destacar que esse contato deve ser feito antes do dependente completar os 24 anos. Basta ligar para a Central Cassi 0800 729 0080, que funciona 24 horas por dia e todos os dias da semana.

Fonte: Agência ANABB