× Modal
< Voltar


Previ

Previ se posiciona sobre operação da Polícia Federal

Fundo de Pensão divulga nota com esclarecimentos sobre a investigação


Em 16.09.2016 às 11:17 Compartilhe:

A Previ esclarece que, em operação da Polícia Federal realizada na manhã desta segunda-feira em alguns fundos de pensão, agentes da PF estiveram na sua sede, no Rio de Janeiro, para cumprir mandado emitido pela Justiça Federal do Distrito Federal para busca e apreensão de bens e documentos sobre investimentos realizados por entidades fechadas de previdência complementar. Toda a documentação requerida foi disponibilizada.

Ressaltamos que, no âmbito da CPI dos Fundos de Pensão concluída recentemente na Câmara dos Deputados, o relatório final da investigação confirmou a boa governança da Previ. Nenhum dirigente ou executivo da Entidade estava entre as pessoas indiciadas pela comissão, assim como não houve qualquer constatação de irregularidades do fundo.

A Previ possui um modelo de governança maduro e transparente, um corpo técnico qualificado e as decisões de investimento são pautadas por políticas e diretrizes bem definidas, que sempre buscam a remuneração adequada do capital no longo prazo. É importante lembrar que todas as decisões são colegiadas, pautadas em análises técnicas.

A Previ reforça o seu compromisso com o aprimoramento do sistema de Previdência Complementar Fechado e se coloca à disposição da Justiça e das instituições brasileiras para prestar todo e qualquer esclarecimento necessário, à luz dos preceitos constitucionais e legais. A Entidade segue confiante na solvência e liquidez de seus planos e firme na sua missão de pagar benefícios aos seus mais de 200 mil associados.

Fonte: Previ