× Modal
< Voltar


Observatórios Sociais

Observatório Social elege diretoria para São Paulo

Entre os convidados estavam órgãos que fiscalizam o dinheiro público, sociedade civil e organizações que combatem a corrupção


Em 01.03.2016 às 00:00 Compartilhe:

 

Aconteceu nesta quinta-feira, 3 de março, em São Paulo, a Assembleia de Criação do Observatório Social de São Paulo (OSB-SP). Durante o evento, houve a aprovação do Estatuto Social, eleição e empossamento do Conselho Diretor e do Conselho Fiscal do observatório da capital paulista.

O evento foi aberto à sociedade e recebeu cerca de 150 pessoas no Auditório da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP), no bairro da Liberdade. Entre os convidados estavam membros de entidades representativas, órgãos que fiscalizam o dinheiro público, sociedade civil e organizações que combatem a corrupção. Dirce Miuki, que foi diretora regional da ANABB na gestão passada e é uma das sócias fundadores do OSB de São Paulo, participou do evento e continuará trabalhando como voluntária neste observatório.   

No lançamento do OSB-SP, em 9 de dezembro de 2015, pelo menos 200 pessoas – entre representantes da sociedade civil e de 50 entidades representativas – compareceram para prestigiar o nascimento da instituição.

O Observatório Social é um espaço para o exercício da cidadania, democrático e apartidário e que reúne entidades representativas da sociedade civil com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública.

Atualmente a Rede Observatório Social do Brasil (OSB) está presente em mais de 100 cidades brasileiras, espalhadas por 19 Estados. Nos últimos três anos, 50 municípios já tiveram a economia de R$ 1 bilhão aos cofres públicos locais.

 

Veja a composição do Observatório Social de São Paulo

  • Presidente: Paulo de Oliveira Abrahão
  • Vice-presidente: Thiago Ermano Jorge
  • 1ª secretária: Helenilda Cardoso Santos
  • 2ª secretária: Leonilda dos Santos Silva
  • Tesoureira: Gioia Tumbiolo Tosi

Conselho Fiscal

  • Titulares: Claudio Ramos da Silva, Priscila Camargo e Takeru Horikoshi
  • Suplentes: Alexandre Garcia, Luciana Gavazzi Rodrigues.


 

Fonte: Com informações do Observatório Social do Brasil