× Modal
< Voltar


Previ

Conselho Deliberativo da Previ aprecia estudo e escolhe Ouvidor

ANABB solicitou, por meio de carta, audiência com o presidente da Previ para obter informações sobre o estudo


Em 30.06.2015 às 00:00 Compartilhe:


Em reunião realizada na última sexta-feira (26/6), o Conselho Deliberativo da Previ apreciou o diagnóstico do modelo operacional e organizacional da entidade, elaborado pela consultoria Accenture e escolheu, dentre candidatos aprovados na última seleção externa, o funcionário que exercerá a função de Ouvidor. O estudo traz um diagnóstico e a identificação de oportunidades de melhoria no modelo de operação e alternativas organizacionais.

No mesmo dia, a ANABB enviou carta ao presidente da Previ, solicitando audiência para obter informações sobre o estudo realizado pela Consultoria Accenture. Na segunda-feira, 29 de junho, o gabinete da Previ confirmou a reunião da ANABB com o presidente Gueitiro Genso para o dia 6 de julho.

O trabalho da Accenture, contratado pela Previ no final de 2014 para identificar oportunidades de melhoria de eficiência, foi apresentado à Diretoria Executiva em março de 2015 e teve como abordagens a revisão de processos, modernização tecnológica e mudanças na estrutura organizacional e na governança.

Dentre as possibilidades indicadas pela consultoria, a única iniciativa analisada, aprovada e em fase de implantação, segundo a Previ, é a revisão do modelo organizacional de tecnologia da informação, cuja melhoria irá gerar economia e maior satisfação aos associados. Todas as demais iniciativas propostas dependem de análise prévia e expressa aprovação da Diretoria Executiva ou do Conselho Deliberativo, conforme o caso.

De acordo com a Previ, no tocante às propostas de alterações na estrutura organizacional feitas pela Accenture, uma das possibilidades apontadas pelo estudo seria a de avaliar a redução do número de diretorias, das atuais seis para quatro, respeitada a paridade entre eleitos e indicados. O Deliberativo determinou à Diretoria Executiva que providencie a revisão da proposta, sob a premissa de manutenção do número atual de diretorias, preserve as iniciativas que tragam eficiência operacional e reapresente o estudo ao Conselho.

A Previ ressalta em matéria em seu site que a solidez da entidade está firmada em pilares de governança construídos ao longo do tempo, em que a segregação de funções, a paridade entre eleitos e indicados pelo patrocinador, bem como o quadro de funcionários cedidos pelo BB fizeram a diferença, não estando em debate mudança desses pilares, mas sim o aprimoramento da eficiência para melhor atender nossos associados.

Ouvidor da Previ
Após aprovar, na reunião ordinária de 22/5, a criação da Ouvidoria, novo canal de comunicação a ser disponibilizado pela Previ aos seus associados e funcionários, o Conselho Deliberativo da Previ optou por utilizar o banco de talentos relativo aos dois processos concluídos em 2015 para gerente de núcleo visando o preenchimento da vaga de Ouvidor.

Todos os candidatos qualificados nos dois processos aceitaram participar da seleção, que contou com entrevista e apresentação de Projeto ao Comitê de Governança e Ética, composto por membros do Conselho Deliberativo e convidados. Após essas etapas, os conselheiros ratificaram o nome selecionado pelo Comitê e definiram a escolha de Luiz Humberto Ismael da Costa, atualmente lotado na Gepes Fortaleza (CE), para atuar como o Ouvidor da Previ.

Fonte: Previ