× Modal
< Voltar


Previ

Presidente da Previ participa do Seminário da ANABB

Gueitiro apresentou os números da entidade e falou sobre os investimentos previstos


Em 23.05.2015 às 00:00 Compartilhe:


O presidente da Previ, Gueitiro Matsuo Genso, compareceu, na noite desta sexta-feira (22), às 19h, ao primeiro dia do “Seminários ANABB 2015”. A participação de Gueitiro não estava prevista na programação, o que deixou todos surpresos e entusiasmados, pois o objetivo da vinda dele foi apresentar os números da entidade e falar sobre os investimentos previstos. Também respondeu a diversas perguntas dos participantes, dentre elas, sobre o Benefício Temporário (BET), investimentos da Previ, teto de benefício e tirou dúvidas sobre a gestão de entidade.

Falou sobre a missão da Previ, que é garantir o pagamento de benefícios aos associados de forma eficiente, segura e sustentável.  Segundo Gueitiro,  a Previ conta atualmente com cerca de 200 mil participantes e pagou, nos últimos três anos,  mais de R$ 26 bilhões em benefícios e ainda assim, o patrimônio manteve-se estável. A estratégia de investimentos, com ênfase em renda variável no logo prazo, tem se mostrado acertada. Na última década, a rentabilidade do Plano 1 superou o Ibovespa  em cerca de 100%, acumulado no período. Dados patrimoniais da Previ mostram R$ 162,5 bilhões em ativos e o mesmo valor em passivos.

Para o presidente da Previ, “aplicar em renda variável é potencializar recursos a longo prazo”. O compromisso da Previ com o pagamento de benefícios ainda é crescente e tem um horizonte de longo prazo e, apesar das crises mundiais e do baixo desempenho recente do Ibovespa e dos mercados em geral,  a Previ fechou 2014 com um superávit acumulado de R$ 12,5 bilhões.

Para pagar os benefícios em 2015, os valores são oriundos de contribuições normais, dividendos e Juros sobre Capital Próprio (JCP), aluguéis de imóveis, rendimentos com renda fixa e vendas de renda variável. Para o presidente da Previ, “o objetivo de um plano de previdência não é sobrar dinheiro, mas sim, ter equilíbrio e felizmente a Previ não precisa vender ações que estão em baixa para pagar benefícios”.

A Previ está presente em diversos setores da economia, com ênfase nos setores de mineração e energia, em ativos adquiridos no final da década de 90 e que apresentaram valorização expressiva ao longo dos anos.  Gueitiro disse que a Previ não tem problemas de má gestão. “O que faz com que a Previ esteja bem é a governança e a boa gestão de ativos”, afirma.
Falou também sobre investimentos na Sete Brasil, Invepar,  movimentos de mercado na Petrobrás e que, partir deste ano, a Previ vai inaugurar um novo modelo de relacionamento com os associados. Além da presença de dirigentes, a Previ montará estruturas temporárias nas cidades e levará gerentes e analistas para auxiliarem associados em questões importantes relacionadas aos seus planos de benefícios e produtos Previ.

O evento acontece entre os dias 22 a 24 de maio, no auditório Parlamundi, da Legião da Boa Vontade (LBV), em Brasília (DF).

Fonte: Agência ANABB