× Modal
< Voltar


Previ

Situação de fundos de pensão de empresas estatais será analisada pela CDH

A intenção é de aprofundar o tema. A ANABB participou da audiência


Em 06.05.2015 às 00:00 Compartilhe:


A situação dos fundos de pensão Funcef, Previ, Petros, Postalis, Fundação Banrisul de Seguridade Social e Fundo de Pensão Igeprev do Estado do Tocantins será debatida em audiência pública interativa promovida pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) nesta quinta-feira (7). A ANABB vai participar da audiência, representada pelo equipe da Assessoria Parlamentar. Qualquer pessoa pode participar do debate pelo portal e-cidadania ou pelo Alô Senado – 0800 61 2211.

De acordo com o senador Paulo Paim (PT-RS), que pediu a audiência, a intenção é de aprofundar o assunto, pois o senador entende que está havendo o uso indevido do dinheiro dos trabalhadores. “Infelizmente nós estamos vendo que os fundos de pensões estão apresentando resultados negativos, o que vai trazer um prejuízo enorme para os aposentados e pensionistas atuais e os futuros aposentados. Por isso, queremos cortar o mal pela raiz”, afirmou Paim.

CPI
Os supostos desvios envolvendo recursos dos fundos de pensão são objeto de um pedido de criação de comissão parlamentar de inquérito (CPI) protocolado pelo líder do PSDB, Cássio Cunha Lima (PB). A leitura do requerimento de criação da CPI ainda não foi feita em Plenário. Depende de decisão do presidente Renan Calheiros.

O objetivo da CPI é investigar prejuízos decorrentes dos investimentos realizados pelos fundos de pensão de empresas estatais. Em discurso no Plenário, o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) afirmou que mais da metade dos prejuízos contabilizados pela chamada indústria dos fundos de pensão provêm exatamente de déficits decorrentes de operações realizadas no âmbito das empresas estatais. 

Fonte: Agência Senado