× Modal
< Voltar


Observatórios Sociais

Observatório Social do Brasil implanta Sistema de Franquia

Novidade foi divulgada e implantada durante o 6º Encontro Nacional dos Observatórios Sociais, realizado em Brasília no fim de março


Em 30.03.2015 às 00:00 Compartilhe:


O Observatório Social do Brasil (OSB) passou a funcionar como um Sistema de Franquia Social. Essa novidade foi divulgada e implantada durante o 6º Encontro dos OS, realizado em Brasília. No evento, que contou com a presença de mais de 300 participantes, os coordenadores presentes dos atuais OS assinaram simbolicamente um termo de conversão para o novo sistema.

O objetivo do estabelecimento de franquias é assegurar a qualidade do serviço prestado por meio da padronização dos procedimentos, aos integrantes da Rede Observatório Social do Brasil (Rede OSB). Os OS atuam no monitoramento das compras públicas em nível municipal, na educação fiscal, na inserção da micro e pequena empresa nos processos licitatórios e na construção de Indicadores da Gestão Pública, entre outras frentes de trabalho.

Segundo Roni Enara, diretora executiva do OSB, o sistema é, na verdade, a formalização do trabalho que já era feito nas 96 unidades presentes em 18 estados brasileiros. “O Sistema de Franquia Social está trazendo uma assistência customizada e um manual com todos os procedimentos descritos. É um trabalho inovador, sem interesse comercial, pois não visa lucro”, comenta Roni.

Com o novo sistema de implantação dos OS, haverá de forma coordenada, uma disseminação da metodologia padronizada e manualizada, em forma de franquia social, não comercial, o que garantirá o respeito aos princípios, padrões e identidade visual da Rede OSB. Tudo baseado na Lei do Franchising (8.955/94). A franquia recebe manuais de procedimentos, um sistema informatizado, capacitação inicial e contínua, além de suporte técnico permanente.

Entres as vantagens e benefícios da implantação do Sistema de Franquia Social OSB nos municípios brasileiros estão: promoção de uma sociedade consciente, organizada e proativa; aumento do número de licitantes e redução de desvios de verbas; e economia aos cofres públicos e melhores serviços à comunidade. Para Roni Enara, “o sistema vai consolidar a expansão dos OS, garantindo um compromisso dos franqueados em seguir o padrão para a rede crescer fortalecida”.

Como funciona

O cidadão ou entidade que conhece o trabalho dos Observatórios Sociais, e se interessem em replicar o modelo em seu município, deve fazer seu cadastro no site do OSB, ou por e-mail, e participar de uma entrevista. Em seguida, recebe a Circular de Oferta de Franquia e Orientação Normativa. Depois é só seguir os passos para a promoção de uma palestra pública, a formação de uma comissão de constituição do OS local, a assinatura do pré-contrato de Franquia Social, receber orientação para a instalação, registro e supervisão inicial.

Vale destacar que o Sistema de Franquia Social – OSB necessita de mantenedores (pessoas físicas e jurídicas) que desejam investir neste Empreendimento Social. O investimento deve ser feito em instalações adequadas e condições de trabalho para uma equipe técnica, formada por um coordenador e auxiliares. As alianças estratégicas e os trabalhos voluntários permanecem muito bem vindos.

A Associação apoia, como coopatrocinadora, os Observatórios Sociais de Campo Grande (MS), Campos Gerais (PR), Santo Antônio de Jesus (BA) e pelo Pelotas (RS). Durant e o 6º ENOS, a ANABB assinou Termo de Cooperação Financeira para repasse mensal de R$ 2.000,00 para mais outro quatros OS. São eles: Taubaté (SP), Erechim (RS), Brasília (DF) e Curitiba (PR).

A ANABB, como parceira do OSB, tendo apoiado a realização do 6º ENOS, recomenda aos seus associados que se envolvam como voluntários nos Observatórios Sociais de suas cidades.

Leia matéria completa sobre a cobertura do 6º ENOS

Fonte: Agência ANABB