× Modal
< Voltar


Assuntos diversos

Terminou nesta sexta-feira o Encontro Nacional dos Diregs

Assuntos sobre a ANABB, Cassi e Previ foram debatidos


Em 06.03.2015 às 00:00 Compartilhe:


06/03/2015 – Período da manhã

O vice-presidente de Relações Institucionais Fernando Amaral, abriu os trabalhos do segundo dia de encontro, saudou os presentes e anunciou as próximas atividades. Em seguida, apresentou o gerente do CPD da ANABB Ronaldo Medeiros, que mostrou as funcionalidades do Sistema na IntraANABB-DIREG e cada uma de suas configurações. O sistema é utilizado pelos Diregs para atualização cadastral dos associados, entre outras funcionalidades.

A sustentabilidade da Cassi foi o primeiro tema debatido nesta manhã. Amaral relatou as iniciativas da ANABB sobre a situação econômico-financeira da Caixa de Assistência, como os dois debates que foram realizados com entidades representativas e diretores eleitos da Cassi, além das informações repassadas pelos dirigentes indicados pelo Banco do Brasil.

Foram apresentadas também, as propostas repassadas pelo BB e pelos diretores eleitos da Caixa de Assistência para equacionar o desequilíbrio financeiro da Cassi, assim como os fatos que influenciam toda essa negociação, como o desequilíbrio do Plano de Associados; o aumento dos custos da Cassi com a inflação saúde; as contribuições patronais e dos beneficiários, ancoradas em percentuais sobre salários; e a questão das reservas dos planos. A definição do modelo de atenção à saúde, o ajuste periódico do custeio e o acompanhamento dos índices de sinistralidade e eficiência, foram apostados como alguns dos desafios a serem enfrentados.

O presidente da ANABB, Sergio Riede, também falou sobre a situação da Caixa de Assistência. “O fenômeno da terceirização da culpa é que cada lado culpa o outro pela situação da Cassi”, comentou o presidente da ANABB. Ele deu como exemplo que o BB diz que é má administração dos eleitos e os eleitos dizem que o Banco, com a imposição abusiva de metas, adoece ainda mais os funcionários. Além disso, falou de fraudes e da má utilização do plano pelos usuários, como é o caso da realização de muitos exames julgados desnecessários.

O vice-presidente de Comunicação, Douglas Scortegagna, enfatizou que deve ser elaborada uma proposta consistente e estruturada para ser apresentada ao BB e a Cassi. “A negociação é a arte de ceder. E saber ceder é a arte de vencer. Uma proposta, para ser palatável tem que envolver e convencer todas as partes”, afirmou.

Confira algumas das propostas apresentadas pelos diregs:

  • Incentivar a abertura de CAT para todos os acidentes de trabalho. 
  • Realização de uma auditoria na Cassi.
  • A questão deve ser vista por três lados: banco, associado e gestão da Cassi.
  • A ANABB deve ter contatos com deputados que possam influenciar na solução, deixando as questões partidárias de lado.
  • Incluir a Previ nessa discussão e solução.
  • Ter um acompanhamento maior dos gastos da Cassi.
  • Maior conscientização dos usuários com relação ao mal uso dos planos.
  • Deve haver uma melhor utilização das CliniCASSI.
  • Investir mais na prevenção de doenças.
  • Exigir do BB melhores condições de trabalho para os funcionários.
  • Incentivar o cadastro de novos usuários e melhor utilização da Estratégia Saúde da Família.


06/03/2015 – Período da tarde

Na tarde do último dia do encontro (06/03), os participantes, juntamente com a diretoria da ANABB, continuaram o debate sobre os assuntos relacionados à Cassi, iniciado na parte da manhã. Discutiram ideias que possam contribuir com a sustentabilidade da Cassi. Dentre elas, sugeriram que a ANABB seja um elemento formulador de propostas para ajudar a recuperar a Cassi; que a Diretoria Executiva da ANABB realize debates e emita opinião sobre o caso, além de outros.

Em seguida o debate versou sobre a Previ. O vice-presidente de Relações Institucionais, Fernando Amaral, prestou esclarecimentos sobre diversos temas, tais como: o teto para estatutários, bônus, ações judiciais, contribuição dos aposentados, reserva de contingência, empréstimo simples e outras. Em seguida, o terceiro assunto debatido foi sobre a campanha de filiação de novos associados para a ANABB. Os diretores regionais fizeram diversas sugestões para melhor o processo. E o último tema foi sobre a COOP-ANABB e foi detalhada a relação entre as entidades, pelo presidente da ANABB, Sérgio Riede. Falou sobre a visão e posição da ANABB em relação à COOP-ANABB e que vem passando por dificuldades financeiras.

Ressaltou que a ANABB sempre buscou trabalhar em parceira, mas que vem enfrentando obstáculos para isso. Fez diversos esclarecimentos aos diregs dizendo que a ANABB está trabalhando para que a situação se normalize.

Também falaram sobre o assunto os vice-presidentes da ANABB, Reinaldo Fujimoto (Administrativo e Financeiro), Fernando Amaral (Relações Institucionais) e Tereza Godoy (Relações Funcionais) e contou com a ampla participação dos diregs. O encontro se encerrou às 18 horas.



Veja como foram as discussões do primeiro dia do Encontro dos Diregs.

Fonte: Agência ANABB