× Modal
< Voltar


Assuntos diversos

ANABB notificada de inadimplência da COOP-ANABB

A Associação, na condição de fiadora, recebeu duas notificações extrajudiciais do Banco do Brasil


Em 16.01.2015 às 00:00 Compartilhe:


Na terça-feira (13/01/2015) a ANABB, na condição de fiadora, recebeu duas notificações extrajudiciais do Banco do Brasil, comunicando da inadimplência da Cooperativa Habitacional ANABB Ltda. em duas operações de financiamento à produção. Segundo o BB, caso as operações não sejam regularizadas no prazo de 10 dias úteis, poderão ser adotadas medidas judiciais, inclusive com o possível vencimento antecipado do total das dívidas que, com relação aos contratos notificados, chegam a R$ 11.541.000,00.

A ANABB está buscando contato com a administração do BB para negociar alongamento do prazo para solução dessa inadimplência, de modo a não comprometer o andamento das atividades da Associação e o patrimônio coletivo dos seus associados.

Buscando garantir aos associados da ANABB total transparência sobre a gestão, a Diretoria Executiva da ANABB esclarece a seus associados que:

  1. Apesar de a Cooperativa Habitacional ANABB Ltda. levar o nome da Associação, sua administração não pode sofrer qualquer ingerência, por força legal, da Direção da ANABB, que lá não pode sequer indicar representantes da Entidade;

  2. A ANABB possui mais de 70% das cotas da Cooperativa;

  3. Mesmo tendo essa participação no capital, em todos os processos eleitorais ou outros (como assembleias, por exemplo) que requeiram a decisão por voto, cada cooperado (inclusive a ANABB), por força legal, só tem direito a 1 voto;

  4. No relacionamento com a COOP-ANABB, a Associação:
    1. É responsável por zelar pela marca ANABB;
    2. É credora de empréstimos diretos à COOP-ANABB;
    3. É credora de valores por cessão de funcionários à COOP-ANABB;
    4. É avalista de empréstimos para capital de giro para a COOP-ANABB; e
    5. É fiadora de financiamentos à produção de empreendimentos da COOP-ANABB;

  5. Desde janeiro/2012, quando assumiu, a atual Diretoria Executiva da ANABB vem demandando informações à COOP-ANABB sobre a situação financeira da Cooperativa, sobre a situação patrimonial e sobre a situação econômico-financeira de cada empreendimento, sem que os questionamentos feitos tenham sido esclarecidos a contento;

  6. Desde 2012, uma série de dirigentes da Cooperativa – presidentes, diretores e conselheiros de administração – têm renunciado a seus mandatos, sem que a estrutura de governança tenha sido restabelecida de maneira adequada. Suplentes não foram empossados por deliberação da Assembleia de Delegados, composta por 15 membros, eleitos em 2011;

  7. Em 2013 a Diretoria Executiva da ANABB solicitou à Diretoria Executiva da Cooperativa que, para continuar merecendo aporte de recursos da ANABB, sob qualquer forma, deveria cumprir três exigências:
    1. Recompor adequadamente a governança da Cooperativa (quadro de dirigentes e funcionamento);
    2. Apresentar modelo de negócio cooperativo que demonstrasse sua viabilidade; e,
    3. Explicitar qual seria o papel da ANABB para a viabilização do novo modelo de negócios.
    Até o momento nenhuma dessas exigências foi cumprida;

  8. Em 2014, tendo em vista algumas explicações fornecidas pelo contador da COOP-ANABB, sobre registros contábeis, a Diretoria Executiva da ANABB reuniu-se com a Diretoria Executiva da COOP-ANABB e solicitou os pareceres da Auditoria Independente sobre as contas da Cooperativa. A ANABB foi informada que desde a fundação da Cooperativa, em 2003, essa nunca foi auditada;

  9. Diante dessa notícia, a ANABB, como maior cooperada, credora, avalista e fiadora da COOP-ANABB, solicitou que uma auditoria fosse realizada imediatamente. Os dirigentes da Cooperativa (Presidente e Diretor Financeiro) informaram que a Cooperativa não teria recursos para a contratação. A Diretoria da ANABB aprovou, então, custear a referida auditoria, sem ônus para a Cooperativa que, inclusive, escolheu a empresa de auditores;

  10. Os auditores iniciaram seu trabalho em maio de 2014. Quando contatados pela ANABB sobre a entrega do relatório,  informaram que os trabalhos não estão fluindo porque não são disponibilizados pela Cooperativa todos os registros e documentos necessários para que a auditoria seja realizada.

Diante de tais fatos, a Diretoria Executiva da ANABB vem buscando alternativas legais para garantir os recursos de todos os seus associados. Do seu lado, o Conselho Deliberativo da ANABB, também preocupado com a situação, aprovou no final de 2014 a criação de uma comissão composta por três conselheiros para examinar, em profundidade, a situação completa da COOP-ANABB. As notificações do BB já foram encaminhadas, por cópia, ao presidente do Conselho Deliberativo e à presidente do Conselho Fiscal da ANABB.

Ainda no dia 12/01/2015, última segunda-feira, a Diretoria Executiva da ANABB tomou conhecimento de que a Cooperativa teria feito publicar edital de convocação para a eleição de membros da Assembleia de Delegados que representará pelos próximos 4 anos todos os cooperados.

A Assembleia de Delegados é composta de 15 membros e tem entre suas atribuições escolher o Conselho de Administração e o Conselho Fiscal da Cooperativa, ficando a escolha da Diretoria Executiva a cargo do Conselho de Administração.

O prazo para inscrição de candidaturas, segundo o edital, será de 21/01 a 23/01 – de terça a sexta-feira da semana que vem.

O processo eleitoral da Cooperativa é um momento importante para cada associado exercitar a democracia, seja apenas votando ou também se candidatando aos cargos em disputa.

Fonte: Agência ANABB