× Modal
< Voltar


Assuntos diversos

Carlos Alberto de Paula assume a diretoria da Previc

O ex-diretor José Maria Rabelo agradece o relacionamento respeitoso com a ANABB


Em 02.07.2014 às 00:00 Compartilhe:


José Maria Rabelo não é mais o diretor da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc). A exoneração a pedido foi publicada no Diário Oficial da União do dia 27 de junho. O cargo será ocupado por Carlos Alberto de Paula, que deixou uma vice-presidência no IRB Brasil Resseguros, empresa privatizada em 2013.

Rabelo é advogado e aposentado do Banco do Brasil e ocupava o cargo na Previc desde 2011. Participou de várias discussões sobre Resolução CGPC nº 26 e Teto para Estatutários.

Em conversa telefônica com o presidente da ANABB, Sergio Riede, Rabelo argumentou que toda gestão tem um ciclo e que o ciclo dele na Previc tinha chegado ao fim. Ele ainda agradeceu o relacionamento leal e respeitoso que teve com a ANABB e desejou sucesso à Entidade e seus associados.

Já o novo diretor, Carlos de Paula, é bacharel em Direito e especialista em Gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Atua há mais de 20 anos na área de seguros e previdência complementar. De 2003 a 2005, foi Coordenador Geral de Projetos Especiais e Fomento na Secretaria de Previdência Complementar (SPC). De janeiro de 2005 a janeiro de 2007, atuou como Diretor de Análise técnica da SPC. De 2007 a 2008, exerceu o cargo de Diretor da Superintendência de Seguros Privados (SUSEP). Retornou à SPC como Secretário-Adjunto, compondo a equipe do projeto de criação da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), onde atuou como Diretor como de Análise Técnica até fevereiro de 2012, quando assumiu a Diretoria de Pessoas e Marketing do IRB Brasil RE para compor a equipe que conduziu o processo de desestatização da empresa.

TAC / Teto para Estatutários

A ANABB sempre mantém contato com a Previc para tratar de assuntos de interesse dos funcionários BB, como foi o caso da correspondência enviada pela Associação a essa Entidade em 24.06.2014, com base no acesso à informação. Na ocasião, a ANABB perguntou sobre o andamento do Termo de Ajustamento de Conduta - TAC. A resposta da Previc, um dia depois, afirmava o seguinte:

“Em 26 de dezembro de 2013, após intensas discussões, que contaram com a coordenação da Advocacia Geral da União – AGU, chegando-se a consenso entre as partes, a Diretoria Colegiada da Superintendência Nacional de Previdência Complementar – Previc aprovou Termo de Ajustamento de Conduta – TAC com o objetivo de promover solução para controvérsia instaurada entre a Previc, a Previ/BB e o Banco do Brasil S/A em relação à alteração do modelo de remuneração dos dirigentes do Banco do Brasil S/A, a partir de abril de 2008, e suas alegadas consequências ao Plano de Benefícios 1 administrado pela Previ/BB.

Por meio do Ofício nº 2.938/2013/DIFIS/PREVIC, de 27 de dezembro de 2013, o Termo de Ajustamento de Conduta – TAC (em quatro vias) foi encaminhado para assinatura do compromisso da Previ/BB e do Banco do Brasil S/A, sendo que até a presente data ainda não houve a efetiva assinatura do Termo.”

Vale destacar que a ANABB está entrando em contato com o BB e a Previ sobre o Teto para Estatutários e vai procurar o novo Diretor Superintendente para saber a posição dele sobre o assunto.

Fonte: Agência ANABB