× Modal
< Voltar


Assuntos diversos

Pesquisa mostra que brasileiro é recordista em troca de companhia telefônica

Saiba como mudar de operadora sem correr riscos


Em 13.06.2014 às 00:00 Compartilhe:


O brasileiro é o consumidor que mais muda de operadora de celular, segundo pesquisa da Nokia com 12 mil usuários de 11 países. O estudo ainda revelou que 67% dos brasileiros que possuem celulares mudaram de operadora nos últimos cinco anos. Além disso, 48% têm interesse de trocar de operadora nos próximos 12 meses, enquanto que a taxa mundial é inferior a 40%.

Com a facilidade obtida pela portabilidade, quando é possível permanecer com o mesmo número de celular após a mudança de operadora, tem motivado essa grande movimentação entre os consumidores. Mas é preciso tomar alguns cuidados e levando alguns fatores em conta, antes de escolher a nova operadora, para não correr riscos inesperados. O principal cuidado é verificar a companhia que mais se enquadre ao seu perfil de uso e região. Segundo Eduardo Tude, presidente da consultoria Teleco, “não existe uma empresa mais adequada para todos”.

É importante também verificar o número e os motivos das reclamações feitas contra a operadora nos órgãos de defesa do consumidor, consultar o site da Anatel para ver a operadora com maior número de usuários e, após a solicitação da transferência, ficar de olho no tempo para efetivação da portabilidade. O consumidor ainda tem dois dias úteis para desistir da migração.

Outras dicas importantes:


- Ficar atento se há contrato de fidelidade assinado com a operadora atual, pois poderá haver multa proporcional ao benefício recebido;
- Portar o número não evita de pagar os débitos anteriores, que ainda serão cobrados;
- Verificar se haverá taxa de portabilidade, que não costuma ser cobrada;
- Evitar contrato de fidelização, se quer apenas testar a nova operadora;
- Observar os descontos que são oferecidos na portabilidade em aparelhos.

Fonte: Revista Isto É