× Modal
< Voltar


ANABB

Conselheiros detalham regras para participação da ANABB nas eleições Cassi e Previ

Além disso, os conselheiros aprovaram os pareceres do Conselho Fiscal e da Auditoria Independente


Em 28.03.2014 às 00:00 Compartilhe:

 

Com o objetivo de manter os associados informados a respeito do dia a dia da Associação, a ANABB informa as principais decisões do Conselho Deliberativo aprovadas na última reunião que aconteceu no dia 24 de março.

O Conselho deliberou sobre as regras para cumprimento da proposta do conselheiro Claudio Nunes Lahorgue sobre a participação da ANABB nos processos eleitorais da Cassi e da Previ. 
Os critérios para concessão de auxílio às chapas concorrentes às eleições da Cassi e da Previ em 2014 são:

 



1. Com o objetivo de assegurar igualdade de condições às chapas concorrentes nas eleições Cassi e Previ 2014, objetivando o maior nível de informação aos associados, bem como tornar o processo eleitoral mais transparente e democrático, a ANABB poderá disponibilizar verba específica, limitada ao definido pelo Conselho Deliberativo em consulta epistolar e dividido pelo número de chapas inscritas, para auxiliar nas despesas com a campanha eleitoral, tais como: alimentação, postagens, deslocamentos (exceto para utilização de veículo próprio), hospedagem, confecção/impressão de mensagens, e hospedagem em mídias eletrônicas.

§ 1º – Na concessão desse auxílio, serão observadas as condições estipuladas a seguir:
 a) a concessão dar-se-á por meio do ressarcimento de despesas, vedada a antecipação de valores a título de adiantamento; 
 b) o auxílio será concedido para despesas realizadas por componente da chapa, dentro do território nacional, no período de campanha previsto no Edital de Convocação de cada pleito.

§ 2º – Para fazer jus ao auxílio a que se refere decisão, o representante da chapa encaminhará à Diretoria Executiva da ANABB solicitação de ressarcimento contendo discriminação das despesas realizadas por componente da chapa, à qual deverão ser anexados os respectivos comprovantes originais dos gastos.

§ 3º – O subsídio a que se refere este artigo será liberado à medida da comprovação das despesas, e desde que recebidas pela Diretoria Executiva da ANABB em até 5 (cinco) dias úteis após a divulgação do resultado de cada votação.”

Além disso, os conselheiros aprovaram os pareceres do Conselho Fiscal, com 15 votos a favor e quatro abstenções . Também foi feita a apreciação e o julgamento das contas do exercício de 2013, do Relatório da Diretoria Executiva, dos pareceres do Conselho Fiscal e da Auditoria Independente.  Os temas foram aprovados pela maioria dos conselheiros (17), sendo registradas duas abstenções.

Veja a íntegra das decisões do Conselho Deliberativo referentes à reunião do dia 24 de março.

Fonte: Agência ANABB