× Modal
< Voltar


Assuntos diversos

Ação judicial impede redução na remuneração de funcionários do BB

BB disse que a decisão não é definitiva e está definindo os próximos procedimentos no processo


Em 06.11.2013 às 00:00 Compartilhe:


O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 10ª Região decidiu no último dia 25 de outubro que os trabalhadores do Banco do Brasil lotados em Brasília que tenham 10 ou mais anos em cargos comissionados não poderão sofrer redução de remuneração no âmbito do novo plano de funções do banco. A decisão partiu da ação judicial coletiva movida pelo Sindicato dos Bancários de Brasília.

Para o sindicato, a decisão em 2ª instância fortalece a luta contra as reduções salariais que ocorreu após a implantação do Plano de Cargos de Salários do BB. “Desde o momento da implantação do plano de funções, a comissão de empresa dos funcionários do Banco do Brasil, discutiu e elaborou uma estratégia nacional de luta contra as ilegalidades implementadas. Na esfera judicial, os sindicatos elaboraram ação coordenada, buscando vitórias locais para fortalecer a jurisprudência no país. Esse planejamento vem trazendo resultados positivos, essa vitória foi fundamental para todos os trabalhadores do BB”, destaca o diretor do sindicato dos bancários de Brasília e representante da comissão de empresa, Rafael Zanon.

O TRT decidiu também que a redução da jornada não pode acarretar redução da remuneração. Assim, o BB foi condenado a pagar as diferenças decorrentes do enquadramento em funções gratificadas.

Por meio da assessoria de imprensa, o BB enfatizou que a decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região não é definitiva, pois depende de análise pelas instâncias superiores da Justiça do Trabalho. “O Banco do Brasil avalia a decisão e está definindo os próximos procedimentos no processo”, afirma o Banco.

Fonte: Agência ANABB