× Modal
< Voltar


Assuntos diversos

ANABB lança Manual de Identidade Visual para regulamentar a reprodução da marca

A exemplo das grandes empresa, a Associação produziu um manual para ditar as regras da utilização da marca


Em 03.10.2013 às 00:00 Compartilhe:


Grandes empresas estabelecem regras para a utilização da marca. Um trabalho de comunicação institucional desenvolvido para normatizar a reprodução do logotipo de forma que sejam respeitadas todas as características. A ANABB, acompanhando as tendências do mundo coorporativo, criou um Manual de Identidade Visual.

“Muitas empresas são identificadas somente pela marca por transmitir alta credibilidade. A ANABB não pode ser diferente e por isso o uso da marca, que é sua identidade, deve ser feito com o cuidado necessário para não prejudicá-la nesse aspecto,” ressalta o vice-presidente de Comunicação da Associação, Douglas Scortegagna.

A atual marca da Associação foi criada há 13 anos, e desde então, não havia regras de padronização, o que permitia a reprodução não fidedigna do logotipo. Agora, com este documento, serão mantidas as características da marca da ANABB em todos os materiais de divulgação e administrativos.

No manual é possível encontrar a definição do logotipo, a descrição das cores e família tipográfica, limites de redução, aplicação com outras marcas, entre outras especificações.

O primeiro símbolo da ANABB foi criado em 1989. Em janeiro daquele ano, a Associação recebeu duas sugestões da empresa DPZ Propaganda. As propostas foram publicadas no jornal Ação nº 14 e os associados daquela época puderam escolher a que mais agradava. Na oportunidade, quem tivesse alguma sugestão também poderia enviá-la para a entidade. O símbolo marcou uma nova era na entidade que, passou por mudanças significativas com a readequação do Estatuto e a promoção de uma política de descentralização a partir da criação das Diretorias Estaduais.

Em setembro de 2000, a assinatura institucional da ANABB foi modificada. O logotipo, que identifica a entidade até os dias atuais, ganhou novos conceitos. A criação foi baseada em quatro eixos de atuação da Associação, que juntos representam parceria e pluralidade.


Fonte: Agência ANABB