× Modal
< Voltar


Assuntos diversos

Bancários iniciam greve por tempo indeterminado

Os bancários reivindicam, principalmente, reajuste salarial de 11,93%, sendo 5% de aumento real


Em 19.09.2013 às 00:00 Compartilhe:


Os bancários iniciaram nesta quinta-feira (19/09) uma paralisação nacional, com prazo indeterminado. A greve já havia sido aprovada no dia 12 de setembro em assembleias, e, como não foram apresentadas novas propostas dos bancos às reivindicações dos trabalhadores, a paralisação foi confirmada.

Os bancários reivindicam, principalmente, reajuste salarial de 11,93%, sendo 5% de aumento real, maior participação sobre lucros e resultados e o fim das metas abusivas. Por sua vez, a proposta dos bancos é 6,1% de reajuste salarial, mantendo a mesma fórmula de participação nos lucros.

Em nota, a Fenaban disse que apresentou no dia 6, às lideranças sindicais dos bancários, propostas à categoria e se mantém aberta a negociações. "A Fenaban ressalta que o piso salarial da categoria subiu mais de 75% nos últimos sete anos e os salários foram reajustados em 58%, ante uma inflação medida pelo INPC de 42%. Ou seja, somente o piso salarial registrou aumento real de 23,21%", diz a nota.

Veja as prioridades apresentadas pelos funcionários do BB.

Plano de Funções e PCR:
- Piso
- Aumento no interstício
- Crescimento horizontal nas funções
- Anuênio
- Incorporar funções após 10 anos
- Volta do valor das gratificações de função ao valor anterior (ABF+ATFC+25%) tanto para os AFG 6h quanto para os AFC 8h
- Garantir reajustes nas verbas do novo plano como, por exemplo, verba 226

Ascensão Profissional
- Programa de Seleção Interna com critérios claros e transparentes;
- Fim da trava para concorrências;
- fim dos descomissionamentos e inclusão dos primeiros gestores na cláusula de proteção com 3 avaliações. E maior clareza sobre o que seria satisfatório e insatisfatório nas avaliações;
- volta da substituição remunerada nas funções.

PSO/Caixas executivos e demais unidades da rede
- igualar a pontuação do Mérito dos caixas e incluir os escriturários na carreira de Mérito, retroagindo ao histórico funcional de cada um;
- aumentar as dotações nas PSO;
- nomear todos os caixas executivos;
- ter regras para a eleição de delegados sindicais nas PSO (proporcional à quantidade de agências cobertas por cada PSO);
- criar supervisor de caixa e ou criar gratificação para o "caixa líder".

Contratações e fim das reestruturações e terceirizações
- contratar mais 5 mil bancários e chamar imediatamente os concursados;
- reposição das aposentadorias e desligamentos;

Questões de Saúde
- Cassi e Previ para todos;
- Manutenção da função e do vínculo ao local de trabalho quando houver afastamento por questões de saúde com a substituição remunerada na vaga do afastado;
- melhorar a assistência odontológica;
- melhorias nos exames periódicos

Metas individuais e diárias
- fim da violência na cobrança de metas;
- fim das metas na GDP.

Fonte: Agência ANABB