× Modal
< Voltar


Previ

Previ se posiciona sobre as perdas com investimentos no grupo EBX

Para a Previ, perdas pontuais não são determinantes para o resultado geral e fazem parte do processo


Em 11.07.2013 às 00:00 Compartilhe:

 

Diversos veículos de imprensa publicaram matérias nesta semana noticiando as perdas da Caixa de Previdência do Banco do Brasil (Previ) com os investimentos nas empresas do empresário Eike Batista. Segundo as informações divulgadas, a Previ perdeu cerca de R$ 18 milhões com ações das empresas do grupo EBX - o cálculo considera o valor dos papéis no final de 2011 e de 2012, quando o fundo ainda tinha ações do grupo. De acordo com a reportagem do jornal Folha de São Paulo, publicada em 10 de julho, em meio à forte desvalorização das ações, a Previ se desfez da maior parte dos papéis neste ano. Atualmente, ela diz possuir apenas R$ 300 mil em ações das empresas.

 

Em nota, a Previ afirmou que acredita e entende ser o longo prazo a visão adequada para conduzir os investimentos dos recursos, uma vez que os compromissos são igualmente de longo prazo. Dessa forma, possíveis perdas pontuais não são determinantes para o resultado geral e fazem parte do processo.

“A diversificação da carteira de investimentos dos planos da Previ é a base de uma estratégica bem-sucedida e que vem proporcionando, durante a última década, sucessivos superávits e benefícios adicionais aos participantes, como a suspensão das contribuições desde 2007 e o pagamento do BET desde 2011”, declarou a Previ em nota oficial.

Fonte: Agência ANABB