× Modal
< Voltar


Assuntos diversos

Bancos passam a oferecer novos pacotes padronizados de serviços básicos

A diferença entre os três pacotes está em quantas vezes cada serviço poderá ser utilizado


Em 01.07.2013 às 00:00 Compartilhe:


A partir desta segunda-feira (01/07), os bancos passam a oferecer aos clientes novos pacotes padronizados de serviços básicos. As instituições financeiras cumprem resolução do Banco Central (BC) com o objetivo de tornar mais fácil para os clientes comparar as tarifas entre as instituições.

Passam a ser oferecidos três pacotes padronizados com sete serviços básicos. Os serviços são: confecção de cadastro para início de relacionamento (sempre gratuito), fornecimento de folhas de cheque, saque, extrato dos últimos 30 dias, extrato de outros períodos, transferência por meio de DOC, transferência por meio de TED, transferência entre contas da própria instituição.

A diferença entre os três pacotes está em quantas vezes cada serviço poderá ser utilizado por mês. Pela determinação do BC, uma parte desse limite máximo mensal deve ser gratuita.

Assim, por exemplo, em um dos pacotes, o cliente tem a opção de realizar até oito saques por mês. Desses, quatro saques são gratuitos e os outros quatro tarifados (já inclusos no valor do pacote). Os demais serão tarifados normalmente. O valor das tarifas fica a critério de cada banco. A nova regra não impede oferta de outros pacotes.

O cliente também terá a opção de não aderir a nenhum dos pacotes e ter os serviços tarifados individualmente.

Segundo o BC, os bancos são obrigados a informar sobre todas as opções, e a escolha do cliente deve estar em contrato. Os bancos também devem divulgar a existência dos três pacotes padronizados, segundo o BC, em local e formato visíveis ao público, nas agências e em seus sites.

Desde 2010, um pacote padronizado de serviços considerados prioritários já é oferecido pelos bancos. Entre o pacote já existente e os três novos que passam a ser oferecidos, a diferença está na inclusão do serviço de fornecimento de folhas de cheque e de transferência por meio de DOC e de TED.

Fonte: Com informações da Folha de S.Paulo