× Modal
< Voltar


Banco do Brasil

Funcionários do BB protestam contra Plano de Cargos e Funções

Em cerca de 20 cidades do país os funcionários realizaram atos, protestos e manifestações contra o banco


Em 22.03.2013 às 00:00 Compartilhe:


O Comando Nacional dos Bancários e os sindicatos dos bancários de todo país, realizaram no último dia 20 de março, mais um dia de luta nacional contra o novo Plano de Cargos e Funções do Banco do Brasil. Em cerca de 20 cidades do país os funcionários realizaram atos, protestos e manifestações contra o banco.

Para a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) o novo plano do BB traz prejuízos aos trabalhadores, como as reduções das gratificações de funções.

“O plano foi uma coação, pois os funcionários que o banco migrou automaticamente tiveram somente seis dias para assinar o novo termo de posse. Estamos organizando vários movimentos, já fizemos plenárias e os sindicatos estão fazendo movimentos em seus estados. Faremos protesto no mês de março, abril até que o Banco do Brasil e o governo resolvam negociar”, afirma William Mendes, secretário de Formação da Contraf-CUT e o coordenador da Comissão de Empresa dos funcionários do BB.

Já foram organizados outros dois dias nacionais de luta contra o plano, um no dia 7 de fevereiro e o segundo no dia 20 do mesmo mês.

Em nota o Banco do Brasil informou que a paralisação foi parcial, e realizada apenas em alguns estados, com baixo índice de adesão dos funcionários. “A respeito do Novo Plano de Funções, o BB ressalta que é um plano totalmente aderente à legislação trabalhista e que valoriza os funcionários. A adesão às jornadas se seis horas é voluntária e poderá ocorrer a qualquer tempo. No Plano anunciado pelo Banco, há aumento de 12% no valor da hora de trabalho, para quem optar pela jornada de seis horas. Ou seja, não haverá desvalorização do salário, mas redução do número de horas trabalhadas a serem pagas.”

Fonte: Agência ANABB