× Modal
< Voltar


ANABB

ANABB participa de conferência de saúde no Rio Grande do Sul

O encontro que reuniu cerca de 200 pessoas teve como tema “Participar para termos uma vida melhor”


Em 09.11.2012 às 00:00 Compartilhe:

 

A ANABB participou da VII Conferência Estadual de Saúde da Cassi, que aconteceu no dia 8 de novembro, no auditório da Superintendência do Banco do Brasil, em Porto Alegre. O encontro reuniu cerca de 200 pessoas para tratar do tema “Participar para termos uma vida melhor”. Estavam presentes na Conferência: Davi Salviano, Presidente da Cassi; Graça Machado, Diretora de Saúde e Rede de Atendimento; Tarcísio Hubner, Superintendente Estadual do Banco do Brasil; Aldo Rossi, Gerente da Unidade da Cassi no Rio Grande do Sul; e Ricardo Maeda, Conselheiro de Usuários e coordenador do projeto Agentes Facilitadores.

 

O presidente da Cassi, Davi Salviano, iniciou o evento falando sobre a realidade da Caixa de Assistência e do seu diferencial enquanto Plano de Saúde. Em seguida, o cardiologista Dr Ivo Nesralla ministrou palestra sobre os riscos das doenças cardiológicas, causadoras de cerca de 35% das mortes em todo o mundo. O médico também aproveitou para falar sobre a prevenção, que envolve uma boa alimentação e a prática de exercícios.

No jantar de confraternização o Presidente da ANABB, Sergio Riede, falou para os agentes facilitadores sobre o trabalho da ANABB e aproveitou para parabenizá-los pelo sucesso do projeto no estado. “O trabalho realizado pelos agentes facilitadores é uma experiência exitosa que ajuda a buscar soluções, conquistando mais médicos e ampliando a rede de atendimento da Cassi”, ressaltou Sergio Riede.

Hoje (9/11), os 53 agentes facilitadores continuam reunidos em Porto Alegre para compartilhar experiências e alinhar a atuação. O Projeto Agentes Facilitadores surgiu há três anos no Rio Grande do Sul, por iniciativa do Conselho de Usuários do estado e com a aprovação da Cassi. A função do Agente Facilitador é auxiliar os representantes da Cassi no contato com os prestadores de serviços, médicos, laboratórios, hospitais. São funcionários do Banco do Brasil – da ativa e aposentados – que também são líderes comunitários e que, voluntariamente, fazem essa intermediação entre os médicos e a Cassi. “Tem sido um trabalho conjunto, de parceria e de cumplicidade, que envolve diversos atores, como a gerência da Cassi, os superintendentes, os associados e os médicos”, explica Ricardo Maeda, coordenador do projeto dos Agentes Facilitadores. “O trabalho deles é importantíssimo porque tem ampliado a rede de credenciados e conquistado profissionais de saúde em locais do interior e de difícil acesso. Nesses últimos três anos, conseguimos credenciar 900 médicos em todo o estado”, conclui.

Fonte: Agência ANABB