× Modal
< Voltar


Previ

Novos dirigentes da Previ tomam posse

Foram empossados 29 representantes, 11 eleitos pelos participantes e 18 indicados pelo Banco do Brasil


Em 05.06.2012 às 00:00 Compartilhe:

Os novos dirigentes da Previ tomaram posse na última sexta-feira (1/6), no Rio de Janeiro. Foram empossados 29 representantes – 11 eleitos pelos participantes e 18 indicados pelo Banco do Brasil –, que passam a ocupar cargos como titulares e suplentes no Conselho Deliberativo, na Diretoria Executiva, no Conselho Fiscal e nos Conselhos Consultivos do Plano 1 e Previ. Cerca de 600 pessoas participaram do evento, entre funcionários da Previ, dirigentes do Banco do Brasil, de empresas participadas, de fundos de pensão e de entidades representativas dos participantes.

O novo presidente da Previ, Dan Conrado, lembrou que "o desafio da Previ é o grande compromisso com os associados. Se a Previ é deste tamanho e faz os investimentos que faz é para garantir a tranquilidade das 193.696 pessoas que dependem da Entidade e é disso que vamos cuidar. Para isso, vou dar toda a minha dedicação e a minha melhor inspiração para fazer com que a Previ seja forte como ela é e para fazer com que todos se orgulhem dela".

Para o novo diretor de seguridade, Marcel Barros, "a cerimônia de posse significa a celebração de uma conquista fundamental para o fortalecimento da Previ: a participação dos associados através do voto". E completou: "renovo, em nome de todos os eleitos que tomam posse hoje, o compromisso de garantir que a Previ continue sendo referência na gestão dos recursos e na capacidade de gerar benefícios, com solidez e segurança, com transparência, firmeza, seriedade e honestidade. É o que esperam de nós", enfatizou.

Ao dar as boas vindas aos novos representantes, o presidente do Conselho Deliberativo, Robson Rocha, reconduzido ao cargo, enfatizou que "graças ao modelo de estatuto que temos hoje podemos nos beneficiar da saudável alternância dos gestores. Os novos membros que constituem a instância de governança da Previ poderão verificar e confirmar que a entidade se utiliza de gestão profissional, técnica e ética, acompanhando os melhores padrões e referências mundiais".

Fonte: Agência ANABB com informações da Previ