× Modal
< Voltar


Assuntos diversos

Cada vez mais empresas utilizam as redes sociais como ferramenta de RH

As empresas passaram a utilizar as redes sociais como ferramenta de recrutamento


Em 26.01.2012 às 00:00 Compartilhe:

As redes sociais já conquistaram os internautas brasileiros. Agora, é a vez das empresas. Percebendo que o cenário digital já faz parte da vida de muitos profissionais, as empresas passaram a utilizar as redes sociais como ferramenta de conhecimento e recrutamento de candidatos. Hoje, é comum o perfil de um candidato ser checado ou mesmo conhecido pela área de gestão de pessoas.

De acordo com o RHPortal, em caso de recrutamento, as empresas que pesquisam as redes sociais costumam avaliar em quais discussões o profissional se envolve e a qualidade da sua participação, principalmente, em temas relevantes à vaga para a qual ele está se candidatando. Uma dica que os gestores de recursos humanos costumam citar é sempre manter a discrição profissional, não comentando assuntos sensíveis ou confidenciais das empresas em que trabalhou, além de manter coerência nas discussões da rede.

A Linkedin é uma das mais conhecidas redes sociais com foco profissional. Por isso, é uma ferramenta muito valorizada pelas áreas de recursos humanos. Por meio dela, o profissional pode manter seu currículo e networking virtual atualizados. Há outras redes sociais que misturam o foco profissional com o pessoal. É o caso do Facebook, Orkut e Windows Profile e Twitter, as redes mais utilizadas no Brasil. Segundo dados divulgados agora em janeiro pela comScore, empresa especializada em pesquisas do mundo digital, no Brasil, a rede social mais utilizada é o Facebook . Em dezembro, o Facebook atraiu 36,1 milhões de visitantes, representando um crescimento de 192% nos últimos 12 meses e ultrapassando o Orkut, que antes era a rede social de maior sucesso no Brasil.

O Facebook, por ser uma rede social com foco mais pessoal, é o lugar certo para o profissional mostrar outro lado da sua personalidade, como gostos, hobbies, cultura geral, além de retomar contatos de todos os tipos. Segundo o RHPortal, as empresas que buscam o Facebook, geralmente, querem saber mais informações sobre esses traços da personalidade e se os valores pessoais estão de acordo com a missão da empresa. Por isso, um cuidado que o indivíduo deve tomar é evitar participar de páginas polêmicas ou que possam prejudicar sua imagem pessoal, além de dosar seus comentários e procurar não expressar aquilo que não poderia ser dito pessoalmente.

Fica a dica. É bom ter mais cuidado com o que é dito nas redes sociais para que você não corra o risco de ser mal interpretado no seu ambiente profissional.

 

Fonte: Agência ANABB