× Modal
< Voltar


Assuntos diversos

BB reduz juros para consumidor após medidas do Banco Central

O banco reduziu os juros para financiamentos de veículos, crédito pessoal e consignado


Em 16.11.2011 às 00:00 Compartilhe:


O Banco do Brasil reduziu os juros para financiamentos de veículos, crédito pessoal e consignado (com desconto em folha de pagamento) destinados a pessoas físicas.

A redução é reflexo das medidas anunciadas pelo Banco Central, que diminuiu restrições a esses tipos de empréstimos, barateando os custos das instituições financeiras na concessão.

O banco reduzirá em até 0,5 ponto percentual a taxa nos empréstimos para a compra de veículos novos ou usados, com até dez anos de uso. O corte vale para financiamentos de até 60 meses, alvo das ações do BC.

No crédito consignado, as operações entre 37 e 60 meses terão os juros reduzidos em até 0,4 ponto. Haverá ainda corte de até 0,2 ponto em linhas de crédito pessoal entre 25 e 36 meses.
O vice-presidente de Varejo e Novos Negócios do BB, Paulo Rogério Caffarelli, disse que não houve pressão do governo para os cortes.

"Isso é uma medida interna para a qual nós já vínhamos nos preparando", disse. "Vamos fazer mais operações com melhores taxas."
A projeção de crescimento para a carteira de crédito à pessoa física do BB é de 17% a 21% neste ano.

Durante a crise de 2008, os bancos públicos assumiram a dianteira no combate à escassez de crédito, orientados pelo governo a reativar os empréstimos após a retração das instituições privadas.

Para Caffarelli, os bancos privados também devem baixar juros. ""Essas mudanças dão condições para você reprogramar suas taxas."
Procurados, Bradesco, Santander e Itaú Unibanco afirmaram que estão analisando as recentes medidas do BC. A Caixa Econômica Federal não respondeu até a conclusão desta edição.

Fonte: Folha de S.Paulo