× Modal
< Voltar


Assuntos diversos

Bancários têm nova rodada de negociação nesta quinta-feira

Paralisação completa 17 dias e fecha mais de 9 mil agências no país


Em 13.10.2011 às 00:00 Compartilhe:


Uma nova rodada de negociação entre a Federação Nacional do Bancos (Fenaban) e o Comando Nacional dos Bancários foi marcada para esta quinta-feira, dia 13 de outubro, em São Paulo, segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT).

De acordo com o Comando Nacional dos Bancários, a entidade patronal entrou em contato na tarde desta quarta-feira para agendar a reunião, marcada para às 16h, em São Paulo.

“Agora esperamos que os bancos venham para a mesa de negociações com uma proposta decente que atenda as justas reivindicações da categoria”, disse em nota Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT.

Ontem, o Comando Nacional dos Bancários se reuniu em São Paulo e decidiu pela ampliação das paralisações. A greve dos trabalhadores completa 17 dias, a maior da categoria nos últimos 20 anos. Segundo a Contraf, a greve  paralisa mais de 9 mil agências de bancos públicos e privados em todos os 26 estados e no Distrito Federal.

"Estamos dispostos a negociar. Amanhã veremos se surge uma proposta satisfatória, e se houver, marcaremos assembleia dos trabalhadores na sexta ou segunda-feira", disse o presidente da Contraf-CUT.

Reivindicações

Os bancários entraram em greve por tempo indeterminado, após a quinta rodada de negociações com a Fenaban, ocorrida no dia 23. A proposta patronal contemplava reajuste de 8% sobre os salários, o que representa aumento real de 0,56%, segundo a Contraf. A reivindicação da categoria é de 12,8% de reajuste, sendo 5% de aumento real.

Os bancários pedem, ainda, valorização do piso, maior Participação nos Lucros e Resultados (PLR), mais contratações, fim da rotatividade, melhoria do atendimento aos clientes, fim das metas abusivas e do assédio moral, mais segurança e igualdade de oportunidades.

Fonte: Valor Online