× Modal
< Voltar


ANABB

Ação IR KM: associados ainda não resgataram os valores

Mais de 14 mil pessoas não procuraram a Caixa para buscar o benefício, que soma R$ 14 milhões


Em 08.09.2011 às 00:00 Compartilhe:

A ANABB continua comemorando a vitória na ação coletiva IR Quilometragem, impetrada pela entidade em 1999. A ação trata da suspensão da incidência de Imposto de Renda (IR) sobre o valor ressarcido pelo Banco do Brasil (BB), quando da utilização de carro próprio em serviço.

Nunca mais os colegas do Banco do Brasil, da ativa, sejam eles pré ou pós 1998, pagarão IR sobre os valores recebidos por uso de carro próprio. Todos estão definitivamente isentos do pagamento deste imposto. Daqui para frente, toda vez que os associados da ANABB receberem valores por uso de carro próprio, já não poderão ser tributados na fonte. Um direito que se renova todo dia.

Diariamente, são muitos os e-mails que chegam elogiando a entidade pela firmeza na condução da ação que durou mais de dez anos para ser concluída. Muitos associados, inclusive afirmam que nem ao menos sabiam da possibilidade de reaver o Imposto de Renda já pago. No entanto, a alegria da Diretoria Executiva se torna, ainda maior, por ter contribuído para que um direito se perpetuasse.

Até o momento, 17.668 colegas já resgataram junto à Caixa Econômica Federal (CEF) os valores a que tinham direito, somando R$ 82 milhões. No entanto, 14.164 ainda não procuraram a Caixa Econômica para buscar mais este benefício, que soma a importância de R$ 14 milhões. Se você é um deles, faça valer o seu direito.

Se tiver alguma dificuldade, entre em contato com a ANABB pelo telefone (61) 3442 -9696. A Diretoria Executiva da ANABB mais uma vez agradece pela sua confiança.

Fonte: Agência ANABB