× Modal
< Voltar


Assuntos diversos

Vendidas 100.000 camisetas

Vendidas 100.000 camisetas


Em 01.01.2015 às 00:00 Compartilhe:


Os funcionários do Banco do Brasil estão de parabéns. Em menos de um mês, a Associação Nacional dos Funcionários do BB (Anabb) já vendeu cerca de 100 mil “camisetas da cidadania” em apoio à Campanha de Combate à Fome, inspirada pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho. As camisetas estão sendo repassadas a mais de 4 mil agências do Banco e comitês mantidos pelo funcionalismo do BB em todo o país. O resultado das vendas é aplicado livremente pelos comitês em novas ações de solidariedade contra a fome.

A venda das camisetas da cidadania faz parte da campanha “Alimente Essa Idéia” promovida pela Anabb. Elas são vendidas aos comitês contra a fome administrados por funcionários do Banco do Brasil ao preço de US$ 2 (câmbio oficial) a unidade. Segundo o diretor Administrativo-Financeiro da Anabb, Douglas Scortegagna, a campanha da entidade “já é um sucesso”. “Cada telex, cada fax, cada telefonema de solidariedade nos enche de orgulho”, diz Douglas.

As cem mil camisetas já vendidas proporcionaram uma arrecadação líquida de pelo menos US$ 200 mil. “Distribuído pelos comitês em forma de alimentos, esse dinheiro certamente ajudará a minorar a situação de miséria absoluta em que vivem milhares de brasileiros.”

“É importante para o BB e seu funcionalismo que todos participem ativamente da campanha que trará excelentes dividendos à nossa imagem junto às autoridades governamentais e, especialmente, junto à sociedade”, reforça o presidente da Anabb, Emílio Santiago. Ele lembra, porém, que a continuidade do sucesso da campanha depende do apoio do funcionalismo do BB e da adesão dos comitês à iniciativa.

Santiago elogiou o “espírito altruísta” do coordenador da Ação da Cidadania Contra a Miséria e Pela Vida, Herbert de Souza, que autografou camisetas a serem doadas aos dez comitês do BB que mais venderam. As camisetas autografadas serão empregadas na apuração de novos recursos aos comitês, que decidirão a forma mais criativa de venda.

Fonte: AÇÃO 56 - JAN/94