× Modal
< Voltar


Assuntos diversos

Vítimas das enchentes na Região Serrana do RJ terão casas populares

Número de mortos chega a 809 e ainda há 469 pessoas desaparecidas


Em 24.01.2011 às 00:00 Compartilhe:


O número de mortos em consequência do temporal que atingiu a região serrana do Rio chega a 809, segundo balanço da Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil. Segundo registros do Ministério Público Estadual, 469 pessoas estão desaparecidas.

A maioria das mortes ocorreu em Nova Friburgo (391). Também há óbitos em Teresópolis (327), Petrópolis (66), Sumidouro (22), São José do Vale do Rio Preto (2) e Bom Jardim (1).

Há desalojados (temporariamente na casa de amigos e parentes) e desabrigados (aqueles que perderam as casas e dependem de abrigos públicos) em diversas cidades da região serrana.

MORADIA
Construtoras selaram uma parceria com o Estado do Rio e as cidades atingidas pelas chuvas para construir 2.000 casas populares. A data para o início das obras ainda não foi definida, nem a entrega.

"Já fizemos a chamada às prefeituras para ver quem tem terreno. Vamos ajudar na desapropriação e auxiliar na infraestrutura para a construção. Mas acho que nesse primeiro momento ainda vamos precisar de mais umas 5.000 a 6.000 casas", disse à Folha o vice-governador e secretário de Obras do Estado do Rio, Luiz Fernando Pezão.

As unidades devem ser construídas nas cidades mais afetadas: Nova Friburgo, Teresópolis. Petrópolis, Bom Jardim, São José do Vale do Rio Preto, Areal e Sumidouro.

Fonte: Folha Online