× Modal
< Voltar


Banco do Brasil

BB prepara-se para apagão

A diretoria do Banco do Brasil aprovou a implantação das medidas de racionalização de energia elétrica. O Banco economizará R$ 11 milhões/ano.


Em 17.05.2001 às 00:00 Compartilhe:

A diretoria do Banco do Brasil aprovou a implantação das medidas de racionalização de energia elétrica. O Banco economizará R$ 11 milhões/ano. A estratégia é intensificar as medidas do Plano de Combate ao Desperdício de Energia (Procen), implantado no Banco em 1991.

As mudanças entraram em vigor no dia três deste mês. Dentre elas destacam-se a mudança de horário de funcionamento dos prédios que abrigam a Direção Geral e os órgãos regionais (de 7h às 20h para o período de 8h às 18h); redução de quatro horas no tempo de funcionamento do ar condicionado; sistema de iluminação restrito ao período das 7h30 às 19h; 50% dos elevadores desligados nos horários de baixa utilização e campanha de conscientização dos funcionários.

O Banco também está investindo R$ 50 milhões na modernização do sistema de iluminação de 192 prédios, ar condicionado de 207 dependências, elevadores de 66 edifícios e sistema de geradores de energia de 129 prédios. O retorno do investimento, com a redução do consumo, será em quatro anos.

O Banco do Brasil adotará um plano de contingência, após a divulgação das medidas do Governo Federal. Segundo o Banco, o plano será adequado às necessidades de segurança e comodidade de clientes e funcionários.

Fonte: Agência ANABB