× Modal
< Voltar


Coronavírus

A Cassi preparou dicas que ajudam a controlar a hipertensão

Cuidados preventivos reunidos pela Cassi estão relacionados à prática de hábitos de vida saudáveis


Em 06.05.2020 às 12:15 Compartilhe:

A Cassi preparou algumas dicas para o controle da hipertensão, doença que é um dos fatores de risco para a covid-19. Caracterizada pela ocorrência de pressão arterial alta, ela ainda não tem cura e o tratamento é aplicado durante toda a vida da pessoa doente. Mas alguns cuidados simples podem ajudar na prevenção às doenças cardiovasculares.

A principal dica trazida pela Cassi é reduzir o consumo de sal, já que a ingestão de sódio em excesso aumenta o risco de hipertensão e de outras doenças do coração. O sal pode ser substituído por temperos naturais, entre os quais ervas (alecrim, orégano), páprica, alho ou cebola, que podem, inclusive, valorizar mais o sabor dos alimentos.

Manter uma alimentação equilibrada e evitar os alimentos gordurosos são outras dicas importantes para o controle da hipertensão – consulte material preparado pela ANABB sobre alimentação saudável no período de distanciamento social. Praticar atividades físicas e de lazer, prevenir a obesidade, moderar o consumo de álcool e evitar o cigarro são outras sugestões relevantes. Veja as dicas da Cassi abaixo:

Hábitos saudáveis para controlar a hipertensão

 

Atendimento médico

Essas dicas simples reunidas pela Cassi são importantes para a prevenção e controle das doenças cardiovasculares. Mas somente o médico poderá prescrever o melhor tratamento para cada situação, dependendo das condições de cada paciente. Durante o período de distanciamento social, a consulta pode ser feita por meio da telemedicina, oferecida pela Cassi a pessoas que apresentem sintomas da covid-19.

A telemedicina Cassi oferece assistência 24 horas por dia, nos sete dias da semana. A consulta é feita em tempo real, por meio de videoconferência, o que elimina a necessidade de deslocamentos. Os pacientes são atendidos em casa por equipes médicas especializadas, evitando a exposição a riscos desnecessários.

Saiba mais sobre a telemedicina Cassi

 

Fonte: Agência ANABB