× Modal
< Voltar


Coronavírus

Ampliação do Auxílio Emergencial é aprovada no Senado

O projeto garante o benefício para mais de 20 categorias de trabalhadores informais, além de incluir mães menores de idade e ampliar a cota dupla para pais solteiros


Em 23.04.2020 às 16:09 Compartilhe:

O Senado Federal aprovou nesta quarta-feira (22/4) texto substitutivo ao PL 873/2020, que amplia a lista de trabalhadores informais que podem receber o auxílio emergencial de R$ 600 por três meses. O Auxílio é uma ajuda durante o período de emergência provocado pela pandemia do novo coronavírus. Para começar a valer, o projeto, que teve aprovação unânime do Senado, depende ainda da sanção presidencial.

O texto permite que homens solteiros chefes de família recebam cota dupla, o que equivale a R$ 1,2 mil. Hoje, apenas mulheres, maiores de 18 anos, provedoras das famílias podem receber o valor em dobro. A proposta permite também que mães solteiras menores de idade recebam a conta de R$ 1,2 mil.

A lista inclui também mais de 20 categorias no benefício, entre elas, agricultores familiares, motoristas de aplicativo, taxistas, garçons, diaristas, catadores de recicláveis, entre outros. Veja a listaa completa no quadro abaixo.


Fonte: Agência Senado 

LEIA TAMBÉM:​

Câmara amplia beneficiários do Auxílio Emergencial

Tire suas dúvidas sobre o Auxílio Emergencial
 

HOTSITE CORONAVÍRUS 

A ANABB preparou o hotsite Juntos contra o coronavírus, com diversas informações sobre a pandemia do novo coronavírus. Acompanhe as dicas para o período de quarentena, informações sobre o auxílio emergencial e sobre as principais medidas tomadas pelo governo, além da atuação do Banco do Brasil e das entidades ligadas ao BB. 

Fonte: Agência ANABB